PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Brasileirão ganha cara de mata-mata com 11 confrontos diretos entre o G6

Boschilia, jogador do Internacional, disputa com Igor Vinicius, jogador do São Paulo, durante partida do Brasileirão  - Pedro H. Tesch/AGIF
Boschilia, jogador do Internacional, disputa com Igor Vinicius, jogador do São Paulo, durante partida do Brasileirão Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Do UOL, em São Paulo

11/01/2021 12h00

Classificação e Jogos

Acostumado a disputas pouco emocionantes na reta final em suas últimas edições, o Campeonato Brasileiro de 2020 tem tudo para um desfecho eletrizante nas primeiras semanas de 2021. Faltando nove rodadas para o fim —ou um pouco mais no caso de alguns destes times—, a competição tem mais 11 confrontos diretos agendados entre os seis primeiros colocados, que reúnem reais chances de título. No fim, é como se ficasse até com cara de "mata-mata".

O Grêmio é o time que tem a tabela mais pontuada por duelos importantes. Dos dez últimos jogos de seu calendário, cinco serão contra concorrentes ao título: Atlético-MG, Flamengo e São Paulo (casa); Palmeiras e Internacional (fora). E quatro dessas partidas serão realizadas em um curto período de tempo, entre os dias 15 e 28 de janeiro.

São Paulo, Flamengo e Palmeiras terão quatro confrontos diretos até o fim do Brasileirão. O time tricolor, líder com 56 pontos, atuará três vezes em casa. Os rubro-negros, que somam 49 pontos e uma partida a menos, terão dois jogos como mandante —contra o Palmeiras, porém, não poderá jogar no Maracanã porque o estádio estará sob os cuidados da Conmebol para a final da Libertadores. Já os alviverdes, com 47 pontos e dois jogos a menos, atuarão uma vez em seu estádio.

O Internacional, que venceu as últimas cinco partidas e conseguiu uma arrancada incrível até a vice-liderança com 53 pontos, enfrentará seus concorrentes três vezes. Como o São Paulo está entre eles, é possível dizer que o Colorado depende apenas de seus esforços para conquistar o título depois de 41 anos.

O Palmeiras tem uma situação idêntica. A equipe de Abel Ferreira soma 47 pontos, mas tem duas partidas a menos que o São Paulo (Corinthians e Vasco em casa). Considerando que o Alviverde também tem um confronto direto com o Tricolor, no Morumbi, também dá para dizer que depende apenas de seus resultados para faturar o Brasileiro pela 11ª vez.

Completando a lista de candidatos ao título, o Atlético-MG tem apenas dois confrontos diretos em seus últimos 11 jogos. Com 49 pontos, ocupando o terceiro lugar, o time de Jorge Sampaoli ainda vai enfrentar Grêmio e Palmeiras. A seu favor neste calendário também pesa o fato de ter dois jogos a menos que o líder - encara o Red Bull Bragantino hoje (11).

Entre as rodadas restantes, uma delas merece destaque. A 31ª, que acontecerá nos dias 20 e 21 de janeiro, terá três confrontos diretos entre os candidatos ao título.

Confira os confrontos diretos que podem ser decisivos para a definição do título:

23ª rodada
28/01 - Grêmio x Flamengo

30ª rodada
15/01 - Palmeiras x Grêmio

31ª rodada
20/01 - Grêmio x Atlético-MG
20/01 - São Paulo x Inter
21/01 - Flamengo x Palmeiras

32ª rodada
24/01 - Inter x Grêmio

34ª rodada
07/02
São Paulo x Palmeiras

36ª rodada
17/02 - Grêmio x São Paulo

37ª rodada
21/02 - Flamengo x Inter

38ª rodada
24/02 - São Paulo x Flamengo
24/02 - Atlético-MG x Palmeiras

Futebol