PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sport e T. Neves reclamam de pênalti anulado contra Palmeiras: 'Roubados'

Thiago Neves disputa lance com Luan na Ilha do Retiro - Paulo Paiva/AGIF
Thiago Neves disputa lance com Luan na Ilha do Retiro Imagem: Paulo Paiva/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/01/2021 22h28

Classificação e Jogos

Minutos após o fim da partida que terminou com a vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Sport, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time pernambucano usou suas redes sociais para reclamar de um pênalti a seu favor anulado no fim do jogo. Thiago Neves, meio-campista do clube rubro-negro também reclamou.

"Infelizmente o que estamos vendo na arbitragem é escandaloso. Lances claros, sem marcações de penalidades. Hoje, jogador derrubado e mão dentro da área: silêncio por parte do árbitro e VAR. Estamos sendo prejudicados. Isso precisa acabar", publicou a conta do Sport no Twitter.

Thiago Neves foi mais sucinto e ainda mais enfático. "Seguimos sendo roubados", escreveu o atleta em sua conta pessoal no Twitter.

No lance em questão, Dyorgines de Andrade marcou pênalti de Rony após a bola bater em seu braço na área palmeirense. Chamado pelo VAR, o árbitro voltou atrás e anulou a primeira decisão.

Especialistas concordam com anulação

As comentaristas de arbitragem Nadine Basttos, do Grupo Globo, e Renata Ruel, da ESPN Brasil concordaram com a atitude do árbitro.

"O que acontece: o jogador do Palmeiras tira a bola da área, o Rony vê a bola e ele amplia o espaço corporal, sim, mas tenta tirar o braço. A orientação para o árbitro é ver de quem veio a bola, se houve ganho tático, se há disputa ou bloqueio. O Rony não consegue ganho tático, não está brigando pela bola. A bola estava saindo da área. A arbitragem é orientada a não marcar neste tipo de lance", explicou Renata Ruel no SportSCenter.

Futebol