PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Felipão reforça indefinição, e Cruzeiro se preocupa por futuro do técnico

Felipão confirma indefinição sobre permanência no Cruzeiro - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Felipão confirma indefinição sobre permanência no Cruzeiro Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

09/01/2021 04h00

A temporada 2020 se aproxima do fim, e o Cruzeiro dará início ao planejamento para a sequência das competições em breve. A diretoria celeste aguardava a chegada do novo diretor de futebol, cargo agora ocupado por André Mazzuco, para tratar sobre o tema. E logo em sua primeira missão o novo dirigente precisará resolver o que está se tornando um importante imbróglio: a permanência de Luiz Felipe Scolari no clube.

O técnico Felipão ainda não garante que fica no Cruzeiro para 2021. Como publicou o UOL Esporte, o treinador se mostra insatisfeito com as promessas que não foram cumpridas pela diretoria e falta de garantias, principalmente salariais, ao grupo de jogadores e comissão técnica.

Segundo apurou a reportagem, a diretoria do Cruzeiro mostra preocupação com essa indefinição, confirmada pelo próprio treinador em entrevista coletiva após a vitória suada por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Felipão se reunirá com Mazzuco e colocará as cartas na mesa para o novo diretor de futebol, que precisará dar fortes garantias de que cumprirá compromissos para convencer o comandante a seguir na Toca da Raposa após o encerramento da temporada 2020.

"Primeiro tenho que encontrar com o [André] Mazzuco, sentar e definir algumas situações, que estou vivendo no Cruzeiro. Que o Cruzeiro vive atualmente. Situações que ele como diretor de futebol terá que dar uma segurança muito maior, e uma série de perguntas que a gente vai fazer a ele", disse o treinador.

O Cruzeiro está em situação financeira muito complicada e ontem (8) passou a acumular três folhas e meia de salários atrasados. Não foram quitados parte de outubro, novembro e dezembro. Além de atletas e comissão técnica, o clube também está em débito com funcionários administrativos.

Na conversa entre Felipão e Mazzuco, que certamente será de conhecimento da presidência do clube, outros detalhes serão questionados pelo treinador.

"Colocar uma série de nomes para contratações, três, quatro cinco nomes para o ano que vem [sequência de 2021], como vamos fazer uma pré-temporada. E ouvir dele o que ele tem para dizer. Depois, vamos aos poucos, adaptando, conversando, até o fim do campeonato para ver o que vai acontecer", disse o treinador, sem cravar sua permanência após fevereiro.

Recentemente, o presidente Sérgio Santos Rodrigues confirmou ao UOL que Felipão tinha uma "gorda multa rescisória", e que o valor foi combinado entre as partes.

"Temos confidencialidade, não posso revelar [valor da multa]. Às vezes, partes até acabam falando, mas eu não posso falar. O que posso dizer é que a multa é elevada, e a pedido das duas partes. Ele quis que isso acontecesse e achamos importante. A multa rescisória do Felipão é elevada sim", disse.

Essa multa está na casa dos R$ 10 milhões. O contrato assinado entre Felipão e Cruzeiro garantia premiação por acesso à Série A e outros bônus. Inclusive aumento salarial progressivo por temporada.

Cruzeiro