PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Honda se despede do Botafogo e diz: 'Também me decepcionei muito'

Honda, do Botafogo, em duelo com o Vasco, pela Copa do Brasil - Vitor Silva/Botafogo
Honda, do Botafogo, em duelo com o Vasco, pela Copa do Brasil Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/12/2020 13h25

Keisuke Honda quebrou o silêncio sobre o fim de sua passagem pelo Botafogo. O meia japonês usou as redes sociais hoje para se despedir do clube. Ele deixa o Alvinegro após pouco mais de nove meses.

Na publicação, Honda reconheceu que teve desempenho abaixo do esperado no Bota e agradeceu o carinho dos torcedores desde a sua chegada.

"No início, aceitei todas as suas críticas de que eu não poderia ter resultados. As críticas são naturais e não estou dando desculpas, eu também me decepcionei, eu sinto muito", escreveu.

"Em segundo lugar, estou muito agradecido por tudo que vocês fizeram, foi uma ótima experiência e nunca vi e senti algo desse tamanho com os torcedores no aeroporto e no estádio quando cheguei. Tomei esta decisão por motivos pessoais e profissionais, mas estive muito feliz durante esta temporada. Eu também agradeço a todos os meus companheiros de equipe", acrescentou.

A relação entre Honda e Botafogo chegou ao fim na última segunda-feira. O jogador usou uma cláusula contratual e solicitou a rescisão do vínculo. Ele deixa o clube após 27 jogos e apenas três gols.

Apesar da saída, Honda também se colocou à disposição para seguir ajudando o Botafogo.

"Eu pessoalmente vou buscar uma oportunidade de continuar apoiando o clube como embaixador do Botafogo na Ásia", destacou.

Veja a publicação de Honda na íntegra:

Tenho uma coisa que quero lhes contar diretamente. Como vocês sabem, vou sair do Botafogo.

No início, aceitei todas as suas críticas de que eu não poderia ter resultados. As críticas são naturais e não estou dando desculpas, eu também me decepcionei, eu sinto muito.

Em segundo lugar, estou muito agradecido por tudo que vocês fizeram, foi uma ótima experiência e nunca vi e senti algo desse tamanho com os torcedores no aeroporto e no estádio quando cheguei. Tomei esta decisão por motivos pessoais e profissionais, mas estive muito feliz durante esta temporada. Eu também agradeço a todos os meus companheiros de equipe. Obrigado.

Por último, mais uma vez, muito obrigado por tudo. Eu pessoalmente vou buscar uma oportunidade de continuar apoiando o clube como embaixador do Botafogo na Ásia.

Obrigado.

Botafogo