PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras resolve no 2ºT, vence América-MG e vai à final da Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

30/12/2020 23h26

O Palmeiras garantiu a classificação à final da Copa do Brasil ao vencer hoje (30) o América-MG por 2 a 0, no estádio Independência. Luiz Adriano e Rony fizeram os gols do Verdão, que busca o tetracampeonato do torneio. O Grêmio será o adversário na decisão, depois de eliminar o São Paulo na outra semifinal.

Com o empate em 1 a 1 no Allianz Parque, qualquer uma das equipes avançaria com um triunfo simples. O Coelho, embora jogando em casa, teve muitas dificuldades para pressionar e acabou não resistindo quando o Palmeiras conseguiu melhorar seu desempenho na etapa final.

O time de Abel Ferreira ainda busca mais uma final nesta temporada, a da Copa Libertadores. A partir da próxima terça (5), o Verdão enfrentará o River Plate (ARG), pela semi da principal competição continental.

O melhor: Luiz Adriano resolve

Não era a melhor atuação do camisa 10, que passou boa parte do mês recuperando-se de uma lesão na coxa esquerda. Ainda que com pouca mobilidade, o centroavante decidiu na única chance clara que teve, depois do passe de Rony. Bom domínio e finalização fraca, mas precisa, para colocar o Verdão em vantagem. O problema foi que ele precisou sair com dores musculares no segundo tempo. Pode ser novamente problema.

O pior: Veiga tem jogo apagado

Artilheiro do Palmeiras de Abel Ferreira, Raphael Veiga ainda não conseguiu retomar o mesmo nível que teve antes de contrair a Covid-19. Sem conseguir articular o Verdão como de costume, acabou substituído por Lucas Lima no segundo tempo.

Rony melhora e decide --de novo!

O camisa 11 teve um primeiro tempo bem ruim, errando a maioria das jogadas que tentou, mas mostrou novamente ter estrela. Foi Rony quem iniciou a jogada do gol de Luiz Adriano, com o passe para a finalização do camisa 10, e depois aproveitou o rebote para, de cabeça, fazer o segundo do Verdão.

Atuação do América-MG

O América-MG segurou o empate sem gols até boa parte do segundo tempo, mas muito mais pela apatia do Palmeiras do que por uma boa atuação. A equipe de Lisca fez muito pouco no primeiro tempo e após o intervalo até tentou começar de forma mais agressiva, e Weverton não teve dificuldades nas principais chegadas do Coelho. Faltou fôlego ofensivo para a equipe mineira incomodar o Verdão,

Atuação do Palmeiras

Depois de muito se falar do desgaste físico, o Palmeiras começou a partida mais ligado do que na ida, tentando roubar a bola já no campo de ataque, mas pecou pela falta de criatividade. A condição mudou a partir das entradas de Patrick de Paula, Gustavo Scarpa e Lucas Lima, que fizeram o Verdão trabalhar mais a bola, especialmente pelo lado esquerdo. Não foi brilhante, mas o time de Abel Ferreira garantiu sua vaga na final.

Cronologia da partida

O primeiro tempo foi de ampla posse de bola do Palmeiras (sempre perto de 60%), mas com pouquíssimas chances. A única finalização em alguma das metas aconteceu já aos 45 minutos, em um chute fraco de Willian, defendido facilmente por Matheus Cavichioli, goleiro do América-MG.

No segundo tempo, o Coelho parecia que ia ser mais perigoso, só que acabou castigado em um contragolpe iniciado por Weverton e finalizado por Luiz Adriano, que abriu o placar, aos 23 minutos. Rony, de cabeça, garantiu a classificação palmeirense, aos 39.

Verdão chega ao 100º gol

Além de trazer paz ao Palmeiras, o gol de Luiz Adriano foi o 100º do time na temporada. Destes, 17 foram feitos pelo camisa 10, contratado no ano passado.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 0 x 2 PALMEIRAS

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 30 de dezembro de 2020, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
Quarto Árbitro: Osimar Moreira da Silva Júnior (GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Daniel Borges, Rodolfo (AME); Gustavo Gómez (PAL)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Luiz Adriano, aos 23 minutos do segundo tempo (0-1); Rony, aos 39 minutos do segundo tempo (0-2)

América-MG: Matheus Cavichioli; Daniel Borges (Marcelo Toscano), Messias, Anderson e Sávio; Flávio (Zé Ricardo), Juninho, Alê (Calyson) e Geovane (Felipe Augusto); Ademir e Rodolfo (Vitão). Técnico: Lisca

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo, Gabriel Menino (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Lucas Lima); Willian (Gustavo Scarpa), Rony e Luiz Adriano (Mayke). Técnico: Abel Ferreira

Futebol