PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Escorregão, eliminações, vice... pênaltis viram "maldição" ao Fla em 2020

Pedro, do Flamengo, escorrega ao bater pênalti diante do Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro - Reprodução/Premiere
Pedro, do Flamengo, escorrega ao bater pênalti diante do Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Reprodução/Premiere

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/12/2020 04h00

Classificação e Jogos

O escorregão de Pedro na cobrança do último sábado (26), que resultou em uma infração e anulação da penalidade, retrata bem como tem sido o Flamengo quando a bola é colocada na marca da cal em 2020. Com muitas perdas, o Rubro-Negro tem visto os pênaltis se transformarem em uma verdadeira "maldição" na temporada.

Vice na Taça Rio

O pesadelo rubro-negro nas penalidades começou ainda em julho, na final da Taça Rio, quando o Flamengo foi vice para o Fluminense. Na ocasião, após empatarem no tempo normal por 1 a 1, os rivais foram para as cobranças, mas Léo Pereira chutou para fora e Willian Arão e Rafinha tiveram seus chutes defendidos por Muriel.

Dois pênaltis perdidos no mesmo jogo

Tiago Volpi faz defesa em pênalti cobrado por Pedro no duelo entre Flamengo e São Paulo - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Tiago Volpi faz defesa em pênalti cobrado por Pedro no duelo entre Flamengo e São Paulo
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Em novembro, pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo desperdiçou dois pênaltis na mesma partida contra o São Paulo. Bruno Henrique e Pedro pararam nas mãos de um inspirado goleiro Tiago Volpi. Para completar, o Rubro-Negro ainda foi goleado por 4 a 1 em pleno Maracanã (RJ).

Vitinho isola em noite de eliminação

Vitinho lamenta na eliminação do Flamengo pelo Racing na Libertadores - ANTONIO LACERDA / POOL / AFP - ANTONIO LACERDA / POOL / AFP
Vitinho isolou sua cobrança de pênalti contra o São Paulo nas quartas de final da Copa do Brasil
Imagem: ANTONIO LACERDA / POOL / AFP

O São Paulo provaria que seria o algoz do Flamengo em 2020 pouco tempo depois, quando se enfrentaram pelas quartas de final da Copa do Brasil. Após perder por 2 a 1 no Maracanã (RJ), o Rubro-Negro foi para o Morumbi (SP) e não viu a cor da bola, sendo derrotado por 3 a 0.

Porém, quando o placar ainda estava em 2 a 0, os cariocas tiveram uma penalidade a seu favor. O atacante Vitinho, então, pediu para bater, só que sua cobrança acabou sendo péssima e ele isolou a bola, para desespero dos flamenguistas.

Eliminação para o Racing

Após dois empates por 1 a 1 - na Argentina e no Brasil - Flamengo e Racing (ARG) foram para a disputa de pênaltis no Maracanã em duelo válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Porém, enquanto os argentinos converteram todas as cobranças, Willian Arão — que havia feito o gol de empate nos acréscimos — bateu mal e desperdiçou a sua, pondo fim ao sonho do tricampeonato.

Escorregão de Pedro

No último sábado, Flamengo e Fortaleza empatavam em 0 a 0 na Arena Castelão (CE) quando Pedro fez uma linda jogada, deu um chapéu em seu marcador e sofreu pênalti. Na cobrança, porém, ele escorregou, bateu com os dois pés na bola e a arbitragem assinalou a infração de "dois toques", anulando a penalidade.

Na ocasião, as câmeras do Premiere flagraram o jogador Ronald, do Fortaleza, fazendo um buraco na marca da cal pouco antes da cobrança.

Flamengo