PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jô quebra jejum de gols, e Corinthians vence o Goiás de virada na Arena

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/12/2020 22h00

O Corinthians venceu o Goiás por 2 a 1, de virada, hoje (21), na Neo Química Arena, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão venceu com gol de Jô, que marcou o segundo gol do Alvinegro e quebrou jejum de dez jogos sem balançar as redes. Gustavo Mosquito empatou para o time alvinegro após Fernandão abrir o placar para os goianos.

O último gol do centroavante havia ocorrido há três meses, em 5 de setembro, no empate por 2 a 2 com o Botafogo, pela oitava rodada do Brasileiro. Vale ressaltar que ficou fora por pouco mais de 40 dias, somando lesão muscular e por ter sido testado positivamente para Covid-19.

O Corinthians chega a 36 pontos e sobe para a nona colocação, a cinco do G-6, grupo que disputa a Copa Libertadores da América na próxima temporada. Já o Goiás permanece na lanterna da competição, com 20 pontos.

O Timão volta a campo no próximo domingo (27), quando encara o Botafogo, às 16h (de Brasília), no Engenhão, pela 27ª rodada do Brasileiro. O Goiás, por sua vez, enfrenta o Sport, sábado (26), às 19h (de Brasília), em Goiânia, pela mesma rodada.

Quem foi bem: Cazares "maestro"

O meia Cazares desequilibrou como "maestro" da partida. O camisa 10 foi o responsável pela assistência dos gols de Mosquito, o de empate do Timão, e Jô, que marcou o gol da virada. Além disso, o equatoriano finalizou bem e quase marcou seu gol em outras jogadas. Até chapéu no adversário o meia disparou no jogo.

Quem foi mal: Miguel Figueira entregou

Miguel Figueira passou mal durante o jogo na marcação de Cazares. Para piorar, o volante perdeu a bola para o camisa 10 na saída de bola na entrada da área do Goiás e viu o equatoriano tocar para Jô para virar o jogo.

Cássio no hospital

Cássio - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O goleiro Cássio foi substituído por Walter no final do jogo contra o Goiás. O camisa 12 sofreu um choque no pescoço após trombar com Vinícius dentro da área. O ídolo corintiano deixou o campo na maca e com colete cervical no pescoço. Por precaução, Cássio foi levado de ambulância ao Hospital São Luiz, em São Paulo. A assessoria do clube informou que ele se encontra consciente e acordado, porém será submetido a avaliações mais detalhadas.

Dobradinha Cazares e Otero

Os gringos Cazares e Otero, velhos conhecidos desde que atuavam juntos no Atlético-MG, fazem uma boa dobradinha no setor ofensivo do Timão. Hoje, os dois trocaram de posição e abusaram das tabelinhas. Em uma delas, Otero tocou para o camisa 10, que deu ótima assistência para Mosquito empatar o jogo na Arena. Em outra parceria, Otero finalizou no travessão.

Cronologia do jogo

Jogo - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O Corinthians iniciou o jogo no ataque, jogando em de forma vertical e veloz, mas foi surpreendido logo no início. O Timão sofreu o gol aos três minutos, quando Baggio cruzou para Fernandão finalizar rasteiro, de, primeira, para abrir o placar com um gol típico de um "matador". No entanto, o time de Mancini manteve a "pegada" e empatou com Gustavo Mosquito após bela assistência de Cazares.

Após o empate, o Goiás manteve a postura de marcação forte e apostando na transição, enquanto o Corinthians também insistiu em sua estratégia de velocidade e troca de passes rápidos para chegar ao ataque. Por conta disso, o Alvinegro teve diversas chances de virar o jogo, principalmente, com Otero e Cazares.

O venezuelano, aliás, acertou um chute no travessão. Cazares tentou por cobertura. Jô brigou por bola pelo alto, mas sem sucesso. Mas o Corinthians envolveu o Goiás com triangulações e jogadas de linha de fundo. No segundo tempo, o Corinthians continuou sufocando o Goiás e virou o jogo logo no início, com gol de Jô após passe de Cazares aos cinco minutos. O Goiás só ameaçou uma pressão no final da partida, e quase empatou. Os visitantes acertaram o travessão com David aos 43 minutos após cobrança de escanteio. Mesmo assim, o Timão segurou a pequena pressão no fim e garantiu a vitória.

Luta contra racismo

Luiz Eduardo - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O Corinthians disputou o jogo contra o Goiás com o nome de Luiz Eduardo, de 11 anos, estampado nas costas da camisa de cada atleta. O garoto, que joga pelo Uberlândia Academy, relatou ter sofrido insultos racistas durante uma partida contra o Set Esportes, pela Caldas Cup. Em nota, o clube afirmou que "espera contribuir para sensibilizar torcedores e rivais e ajudar o Brasil a chegar, no mais breve espaço de tempo possível, a uma nova consciência sobre o respeito às vidas da população negra".

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 GOIÁS

Data e horário: 21/12/2020, às 20h (de Brasília)
Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ - Fifa)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Luiz Claudio Regazone (Ambos RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões amarelos: Bruno Méndez (COR)

GOLS: Gustavo Mosquito, aos 13 minutos do 1T, e Jô, aos 5 minutos do 2T (Corinthians); Fernandão, aos 3 minutos do 1T (Goiás)

CORINTHIANS: Cássio (Walter); Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Ramiro (Xavier); Gustavo Mosquito (GP), Cazares (Luan) e Otero (Léo Natel); Jô
Técnico: Vagner Mancini

GOIÁS: Tadeu; David Duarte, Iago Mendonça e Heron; Shaylon, Breno (Henrique), Miguel Figueira (Vinicius Lopes) e Jefferson; Douglas Baggio (Índio), Fernandão (Daniel) e Rafael Moura
Técnico: Glauber Ramos

Futebol