PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fla promete acionar STJD contra Ramírez e Mano por caso de injúria racial

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

20/12/2020 22h17

O Flamengo promete acionar o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra Ramírez, do Bahia, por ofensa racial proferida a Gerson, e também contra o técnico Mano Menezes, por ter apoiado o fato, na avaliação da diretoria do Rubro-Negro.

Após a vitória do time da Gávea por 4 a 3, na noite de hoje (20), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, Gerson relatou que, durante uma discussão no segundo tempo, Ramírez disse: "Cala a boca, negro".

"Além de apoiar o Gerson na esfera criminal, o Flamengo representará ao STJD contra o atleta que ofendeu racialmete o Gerson, assim como o fará contra o Mano Menezes, que apoiou a ofensa racial e chamou de malandragem. Temos que banir o racismo da nossa sociedade", publicou Rodrigo Dunshee, vice-presidente jurídico do Fla, em uma rede social.

Ainda durante o jogo, Gerson e Mano Menezes tiveram um bate boca, depois de o comandante do Bahia dizer que o camisa 8 estava de "malandragem". Em entrevista após o apito final, o volante rubro-negro pediu respeito ao treinador.

"O Ramírez, quando a gente tomou o segundo gol, não me lembro, reclamou do Bruno [Henrique]. E ele falou bem assim para mim: 'Cala a boca, negro'. Isso eu nunca sofri, em toda a minha carreira profissional, e não aceito. Não aceito. E o Mano, o Mano precisa respeitar", desabafou o jogador ao "Premiere".

Em uma outra publicação, Dunshee já havia afirmado que "o jurídico do Flamengo está acompanhando de perto a questão".

Flamengo