PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo quer contratar chefe da base brasileira campeã olímpica em 2016

Ex-coordenador de base da CBF, Erasmo Damiani pode assumir as divisões inferiores do São Paulo -  Lucas Figueiredo / MoWA Press
Ex-coordenador de base da CBF, Erasmo Damiani pode assumir as divisões inferiores do São Paulo Imagem: Lucas Figueiredo / MoWA Press

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

15/12/2020 04h00

O São Paulo tem interesse na contratação de Erasmo Damiani, atual diretor das divisões de base do Internacional. O dirigente já foi procurado por interlocutores ligados à gestão de Julio Casares, eleito presidente do clube paulista no último sábado (12).

Coordenador das divisões de base da Confederação Brasileira de Futebol em 2016, ano do título olímpico nos Jogos do Rio, Damiani é visto como um nome de qualidade para coordenar o CT de Cotia. Os são-paulinos desejam um acordo com o executivo ainda no decorrer de 2020 para que tudo esteja sacramentado até o início da próxima temporada.

Além de campeão olímpico, Erasmo Damiani venceu a última edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Ele foi responsável por montar a equipe do Inter que venceu o arquirrival Grêmio na decisão do torneio de base desta temporada. O seu currículo é o que faz com que a nova diretoria são-paulina cogite a sua contratação.

Julio Casares almeja também outro nome do Internacional: o diretor-executivo de futebol Rodrigo Caetano. Há conversas avançadas para tirar o dirigente do Beira-Rio. No entanto, outros nomes surgiram como possibilidade nos últimos dias, casos de Diego Cerri, do Bahia, e Paulo Pelaipe, do Coritiba.

O novo presidente do São Paulo fala abertamente sobre a necessidade de reformular o departamento de futebol. Ele deseja contratar um executivo para o esporte profissional — Rodrigo Caetano é o predileto —, um coordenador técnico — Muricy Ramalho já foi anunciado — e um executivo para a base — Damiani surge como opção.

São Paulo