PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Técnico Marcelo Veiga morre após complicações por covid-19

Eduardo Lucizano e Leandro Pinheiro

Do UOL e Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/12/2020 17h13

O técnico Marcelo Veiga, do São Bernardo, morreu hoje aos 56 anos após complicações por conta da covid-19. A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa do treinador. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Bragança Paulista.

Marcelo Veiga havia testado positivo para coronavírus no dia 13 de novembro. O treinador teve piora na saúde nas semanas seguintes e se encontrava desde o último dia 20 em situação delicada.

Com passagens por diversos clubes do país, Veiga estava no São Bernardo desde o início do ano, vindo do Ferroviário-CE. Ele ainda comandou Botafogo-SP, Portuguesa e Bragantino, entre outros clubes.

A principal relação de Veiga no futebol ao longo da carreira foi com o Bragantino. Foram 516 jogos em seis vezes no comando do time do interior de São Paulo, coroados com acessos e o título da Série C do Campeonato Brasileiro, em 2007.

O Red Bull Bragantino divulgou uma nota de pesar após a confirmação da morte do treinador.

"Seu legado e importância são inegáveis para o clube, que presta sua homenagem desejando muita força aos amigos e familiares, e uma passagem de luz e paz ao treinador. Obrigado, Veiga!", diz trecho da nota.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) decretou três dias de luto pela morte do treinador.

Como jogador, Marcelo Veiga iniciou a trajetória como lateral-esquerdo no Santo André, em 1982, e passou por clubes como Santos, Internacional, Goiás, Bahia e Atlético-GO. Ele pendurou as chuteiras em 1999, após defender o Itumbiara.

Futebol