PUBLICIDADE
Topo

Futebol Americano

Tom Brady e Gisele pedem R$ 203 mi por apê após alugarem mansão na Flórida

Do UOL, em São Paulo

10/12/2020 10h57Atualizada em 10/12/2020 15h05

O astro da NFL (liga de futebol americano) Tom Brady e a modelo Gisele Bündchen querem vender o apartamento deles em Nova York após Brady trocar o New England Patriots pelo Tampa Bay Buccaneers. Eles alugaram uma mansão na Flórida por mais de R$ 400 mil por mês.

Segundo o jornal New York Post, o casal pede R$ 203 milhões pelo apartamento, R$ 70 milhões a mais do que o valor pago por eles, em 2018.

"Eles têm contrato de venda e espera-se que o negócio seja fechado em breve", disse uma fonte do jornal.

O prédio tem 14 andares e dispõe de uma piscina de 25 metros. O casal é dono do imóvel no décimo segundo andar, número da sorte de Brady. Já a mansão possui cinco quartos e cinco banheiros e ainda tem um terraço de 579 metros quadrados.

Veja um vídeo do apartamento à venda:

Casa alugada

Gisele Bündchen e Tom Brady alugaram uma mansão à beira-mar, na cidade de Tampa, na Flórida, avaliada em R$ 136 milhões e com um aluguel mensal de R$ 407 mil. O novo imóvel conta com 2,8 mil metros quadrados, sete suíte, nove banheiros, cinema e sala de jogos.

A parte externa da residência possui uma piscina com borda infinita e uma jacuzzi. Há também um pier com elevador para barcos, mini campo de golfe e um espaço gourmet com churrasqueira, TV, balcão e um sofá.

Brady comentou sobre o tamanho da casa. "Há espaço suficiente aqui. Minha cunhada que mora conosco, nossos filhos e temos alguém que cozinha para nós. Então, todos têm um pouco de espaço", disse ele em entrevista ao programa The Howard Stern Show da Sirius XM.

Veja os detalhes da mansão alugada:

Outra venda

Gisele e Brady também estão em busca de alguém que queira comprar a mansão do casal em Boston, que está à venda por US$ 33,9 milhões (aproximadamente R$ 155 milhões).

Trabalhando para isso, a corretora de imóveis responsável pelo anúncio da casa divulgou um vídeo que mostra todos os cômodos da mansão de 3700m², inclusive o quarto de Gisele, Brady e dos filhos.

A caçula Vivian, de 7 anos, tem seu próprio quarto cheio de bichinhos de pelúcia e bonecas. O cômodo é branco e tem detalhes em roxo.

Quarto de Vivian na casa de Gisele Bündchen e Tom Brady - Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty - Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty
Imagem: Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty

Já Benjamin, de 10 anos, divide o quarto com John Edward Thomas, de 12 anos, filho de Tom com Bridget Moynahan. O cômodo dos dois garotos conta com detalhes em cinza e preto.

Quarto de Benjamin e John Edward Thomas na casa de Gisele Bündchen e Tom Brady - Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty - Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty
Imagem: Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty

Assim como o cômodo de Vivian, o quarto do casal também tem detalhes em roxo, mas em um tom mais escuro. O espaço aparenta ser o maior entre todos e apresenta detalhes em madeira no teto.

Quarto de Gisele Bündchen e Tom Brady - Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty - Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty
Imagem: Divulgação / Gibson Sotheby?s International Realty

Construída em 2015 pelo renomado arquiteto Richard Landry, a mansão tem cinco banheiros, cinco quartos, sala de estar, sala de jantar, escritório, cozinha, sala de jogos, sala de vinhos, academia, spa, horta, garagem para três carros, além de uma garagem coberta e circular para até 20 veículos. A propriedade também conta com uma casa de hóspedes e um espaço para a prática de ioga.

A casa de Gisele Bündchen e Tom Brady está à venda desde agosto de 2019. Dois meses após o anúncio, a modelo e o jogador de futebol americano resolveram diminuir R$ 26 milhões do preço inicialmente divulgado.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, Brady e Gisele querem vender o apartamento deles em Nova York, e não a mansão. Além disso, a piscina de 25 metros do prédio não é olímpica. Os erros foram corrigidos.

Futebol Americano