PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Um mês sem Coudet: Inter desaba no Brasileiro e ainda não recebeu rescisão

Eduardo Coudet trocou o Inter pelo Celta, da Espanha, há um mês - Pedro H. Tesch/AGIF
Eduardo Coudet trocou o Inter pelo Celta, da Espanha, há um mês Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

09/12/2020 12h00

No dia em que decide sua vida na Libertadores, o Inter completa um mês sem Eduardo Coudet. Foi no dia nove de novembro que o argentino se desligou do Internacional para em seguida assumir o Celta, da Espanha. Desde então, o Inter despencou de rendimento, foi eliminado na Copa do Brasil e ainda não recebeu o valor da multa rescisória prevista em contrato.

Coudet deixou o Inter como líder do Brasileirão, classificado às quartas de final da Copa do Brasil e nas oitavas da Libertadores.

Eram 36 pontos em 20 jogos, hoje são 38 em 24. No campeonato de pontos corridos aconteceram derrotas para Santos e Fluminense, e empates contra Atlético-GO e Atlético-MG depois da saída. Nenhuma vitória. A liderança virou sexto lugar e o atual primeiro colocado, São Paulo, já tem nove pontos de distância.

Na Copa do Brasil veio a eliminação para o América-MG. Derrota em casa, vitória fora, e queda nos pênaltis. A saída da competição ainda impactou diretamente no orçamento do clube, que previa chegada até a semifinal e contava com tal premiação.

Na Libertadores, o único jogo desde a saída de Coudet também foi derrota. Em casa, o Colorado levou 1 a 0 do Boca Juniors e precisa reverter hoje (9) para seguir sonhando com o título. Se cair neste mata-mata também, novamente o orçamento será afetado já que o clube prevê em seu planejamento a ida até, ao menos, as quartas de final.

Enquanto isso, segundo apurou o UOL Esporte, a multa rescisória para rompimento de contrato ainda não foi paga. Coudet possuía vínculo até o fim do ano que vem em Porto Alegre e o valor devido é próximo aos R$ 10 milhões. O prazo para depósito já foi vencido e o Colorado trabalha com a possibilidade de receber até o início da próxima semana. Caso contrário, pode procurar resolver o tema com protesto na Fifa.

Abel Braga, que assumiu o time depois de Coudet, sofreu com uma série de problemas. Foram baixas no time e uma ausência forçada em treinamentos e jogos por conta da Covid-19. O treinador só conseguiu estar à beira do gramado em três partidas. Hoje será a quarta.

O time utilizou quatro esquemas diferentes, praticamente todos os jogadores disponíveis jogaram, mas encontra uma grande dificuldade no que até então parecia ser uma de suas qualidades: o ataque.

Apenas quatro gols foram marcados desde a saída de Coudet, e, curiosamente, o artilheiro da 'Era Abel' é um jogador que não foi tão aproveitado por ele. Yuri Alberto marcou dois e está no topo da lista, seguido por Mauricio e Peglow, que marcaram uma vez cada.

Enquanto isso, Coudet brilha

Se o Inter está sofrendo desde o desligamento de Coudet, o treinador empilha bons resultados. Depois de estrear com derrota, seu time já venceu duas em sequência e se afastou da zona de rebaixamento no Campeonato Espanhol. Nos três jogos em que esteve no comando, Chacho viu a equipe marcar sete gols e sofrer cinco, perdendo para o Sevilla, mas vencendo Granada e Athletic Bilbao.

Inter e Boca Juniors se enfrentam às 21h30 (de Brasília). Para seguir na competição de clubes mais importante do continente o Colorado precisa vencer por dois ou mais de vantagem. Vitória mínima também serve, desde que marque dois ou mais gols como visitante (2 a 1, 3 a 2, 4 a 3, em diante). Se devolver o 1 a 0, o time brasileiro leva a decisão para os pênaltis.

Internacional