PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Renato brinca, oferece DVD e diz que Pepê pode parar na seleção brasileira

Do UOL, em Porto Alegre

06/12/2020 18h55

Renato Gaúcho brincou com Pepê ao substituí-lo na goleada por 4 a 0 do Grêmio sobre o Vasco, hoje, pela 24ª rodada do Brasileiro. Quando o atacante passava pelo técnico, a transmissão do jogo flagrou um diálogo em que o antigo camisa sete oferecia o DVD (com seus lances, tradicional brincadeira de Renato) para seu comandado assistir e marcar o gol em uma oportunidade perdida. Após a partida, o técnico elogiou o jogador, mas não deixou o tom bem-humorado.

"Há um tempo atrás, brinquei com ele da mesma forma e falaram que eu tinha brigado com ele. O Maicon saiu bravo com ele mesmo e falaram que briguei com ele. É difícil. Eu acho que o mais importante é nosso ambiente. O comando que tenho deste grupo. Há quatro anos, nunca tive problema. Hoje ele (Pepê) saiu chateado, mas ninguém disse que ele brigou comigo, não é? Eu queria tirar ele antes, ele pediu para ficar mais. Hoje ele fez a jogada certa, tocou por cima do goleiro, seria um golaço, mas levou azar", afirmou Portaluppi.

No lance, Pepê tentou tirar do alcance do goleiro Fernando Miguel, mas acabou não conseguindo colocar na rede. O gol não fez falta, já que o Tricolor goleou com dois de Diego Souza, um de Lucas Silva e outro de Pinares.

"O Renato é um cara brincalhão, ele, sempre que pode, mostra o DVD para a gente. Sempre que eu perco um gol ele fala isso", sorriu o jogador.

"Ele saiu chateado por não ter feito gol, e brinquei com ele. Falei que vou dar meu DVD para ele. Não é fácil, não é montagem, mas ele vai acertar. Ele está crescendo muito no profissional do Grêmio", completou o técnico.

Renato foi além e disse que Pepê em breve poderá ter oportunidade na seleção brasileira.

"Ele é um jogador de drible, como era o Cebolinha aqui conosco, é o Ferreirinha... A cada jogo que passa ele está subindo de produção. Como o Cebolinha chegou à seleção jogando muito, tenho certeza que o Tite também está observando o Pepê. Ele evoluiu muito, tem decidido muitos jogos para nós e ajudado bastante. Quando não consegue fazer o que quer em campo, fica triste com ele mesmo. O importante é o treinador notar isso, eu gosto do jogador que se cobra, o Churín também é assim", falou.

"Muitas vezes quem está no ar condicionado acha que o jogador está chateado com o treinador. Mas é a forma dele se manifestar, que está chateado com ele mesmo", acrescentou.

Por fim, Portaluppi salientou que para chegar perto do que ele fazia quando atleta, será preciso assistir o DVD por muito tempo.

"Eu falei para ele olhar, vai levar meu DVD, sim. Mas vai levar um tempo para aprender. Enquanto isso ele vai nos ajudando da maneira dele", brincou o treinador.

Grêmio