PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Clube inglês condena vaias de torcedores a atletas por ato antirracismo

Jogadores do Derby County (de rosa) e Millwall (de azul escuro) ajoelharam para protestar e foram vaiados pelo público - Reprodução/Twitter
Jogadores do Derby County (de rosa) e Millwall (de azul escuro) ajoelharam para protestar e foram vaiados pelo público Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

06/12/2020 09h22

O Millwall, clube da 2ª divisão da Inglaterra, condenou os atos cometidos por seus próprios torcedores ontem, antes da partida contra o Derby County.

Na ocasião, alguns torcedores vaiaram os jogadores no momento em que eles se ajoelharam em protesto contra o racismo antes de a bola rolar - o ato já é tradicional em partidas na Europa. Foi a primeira vez desde o início da pandemia do coronavírus que o clube recebeu público em seu estádio.

No comunicado, o Millwall se mostrou "consternado" com as vaias e lamentou o fato de ter se preparado há meses para receber seus torcedores.

A diretoria ainda afirmou que "não permitirá que o excelente trabalho seja em vão" e que vai se reunir com órgãos antirracistas para procurar soluções a respeito do tema.

Leia o comunicado:

O Millwall Football Club ficou consternado e triste com os acontecimentos que marcaram o jogo de sábado contra o Derby County no The Den.

O clube tem trabalhado incansavelmente nos últimos meses para se preparar para o retorno de seus torcedores e o que deveria ter sido uma ocasião positiva e emocionante foi completamente ofuscada, para imensa decepção e tristeza daqueles que contribuíram para esses esforços.

O impacto de tais incidentes é sentido não apenas pelos jogadores e diretoria, mas por aqueles que trabalham em todo o clube e em sua academia e comunidade, onde tantos funcionários e voluntários continuam empenhados em melhorar a reputação de Millwall dia após dia, ano após ano.

O clube não permitirá que seu excelente trabalho seja em vão.

Os jogadores continuam a usar a maior plataforma de que dispõem para apoiar a busca por mudanças, não apenas no futebol, mas na sociedade em geral.

Há muito trabalho a ser feito e em Millwall todos estão empenhados em fazer tudo o que for possível, tanto individual quanto coletivamente, para ser uma força do bem e garantir que o clube permaneça na vanguarda dos esforços do futebol contra a discriminação.

Nos próximos dias, a equipe do clube, da academia e da comunidade se reunirá com a Kick It Out e representantes de outros órgãos apropriados, em uma tentativa de usar os eventos de sábado como um catalisador para soluções mais rápidas e com um impacto a curto e longo prazo .

Comentários adicionais serão feitos quando essas reuniões e discussões forem concluídas."

Futebol