PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

SPFC evita criar meta, mas projeta abrir vantagem na ponta do Brasileiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

04/12/2020 04h00

O São Paulo evita trabalhar com metas de aproveitamento a cada bloco de jogos. Hoje líder do Campeonato Brasileiro, com 44 pontos, o time comandado por Fernando Diniz segue o perfil do treinador e trabalha com a ideia de focar passo a passo as próximas partidas do torneio nacional. No entanto, projeta abrir vantagem na ponta da classificação.

Com dois pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG, o Tricolor paulista tem um jogo a menos — o duelo contra o Botafogo na próxima quarta-feira (9), pela 18ª rodada — e precisa vencê-lo para ampliar a vantagem na ponta.

Embora saiba da situação do time na tabela, a comissão técnica são-paulina adota uma postura cautelosa e diz que, no futebol brasileiro, não há tempo para fazer metas, mas, sim, pensar a cada compromisso.

"A gente sempre precisa do tempo, a história foi contada dessa forma. A gente não sabe o que aconteceria se houvesse aquele jogo, que era a estreia do campeonato. O tempo é sempre importante. Aqui no São Paulo, no futebol brasileiro de maneira especial, a gente praticamente não tem tempo, o tempo que a gente tem é o tempo que a gente conquista. Os projetos são feitos para a gente ganhar o próximo jogo, e o jogo seguinte", disse Fernando Diniz.

"Mas o tempo é um elemento essencial para qualquer evolução, qualquer construção. A gente tem um pensamento muito infantilizado de que as coisas acontecem a qualquer tempo ou de que todo mundo vai conseguir jogar bem e consertar tudo do dia para a noite. Todos os torcedores esperam isso, a imprensa espera isso. Mas não é assim que funciona", acrescentou.

O São Paulo enfrentará o Sport no domingo (6), pela 24ª rodada do Brasileirão, e entra em campo contra o Botafogo na quarta-feira (9), em jogo adiado da 18ª rodada. As duas partidas serão realizadas no estádio do Morumbi.

São Paulo