PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Mauro: manutenção de direção não deve animar corintiano sobre time de 2021

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/12/2020 12h00

Classificação e Jogos

No último sábado (28), Duílio Monteiro Alves foi eleito presidente do Corinthians. O mandato do dirigente terá vigência de janeiro de 2021 até o fim de 2023. No "Fala, Maurão" desta semana, o colunista do UOL Esporte Mauro Cezar Pereira questionou a continuidade da situação na gestão do clube, já que o futuro mandatário faz parte do grupo político de André Sánchez - que fez uma gestão muito ruim na opinião do jornalista.

"É um cenário muito preocupante [a situação financeira do Corinthians], o sócio que votou escolheu a continuidade desse grupo político. Aquele que era responsável pelo futebol [Duílio era diretor de futebol da gestão de Andrés Sánchez] agora está na presidência", disse Mauro.

"Será que vai mudar a política que foi tão equivocada nessa gestão? O Corinthians é um dos clubes que mais desembolsa mensalmente para pagar salários e ter despesas com o seu elenco de futebol. E está longe de ter o melhor grupo de atletas, porque tem uma gestão ruim", completou.

O jornalista ainda projetou a temporada 2021 do time do Parque São Jorge. Na opinião de Mauro, o torcedor não deve se animar com o ano que está por vir, já que a atual gestão da equipe tem levado o clube "para o buraco".

"O que o Corinthians investe é desproporcional para aquilo que os jogadores conseguem oferecer. Uma mudança de mentalidade seria necessária. Com a continuação do mesmo grupo, a expectativa é de continuação do mesmo pensamento e da mesma forma de governar, e isso tem levado o Corinthians pro buraco, é um cenário que preocupa. O 2021 não deve animar, pelo menos a priori, o torcedor corintiano", concluiu.

O Corinthians só volta a campo daqui a duas semanas, no domingo (13), às 18h15 (de Brasília), na Neo Química Arena, contra o São Paulo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Corinthians