PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Justiça libera blogueiro a chamar Flu de "Tapetense": "direito à crítica"

Hoje Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt (foto) era advogado do clube no STJD em período marcado por polêmicas - Armando Paiva/Fotoarena
Hoje Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt (foto) era advogado do clube no STJD em período marcado por polêmicas Imagem: Armando Paiva/Fotoarena

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/12/2020 04h00

O Fluminense foi derrotado no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) ao processar o "Blog do Paulinho" pelo uso da palavra "Tapetense", em referência ao clube. O Tricolor carioca buscou a Justiça para tentar reparar o que considera uma "agressão" à instituição, mas os desembargadores da 8ª Câmara de Direito Privado do TJSP mantiveram sentença de primeiro grau, dada em abril de 2019 pelo juiz Tom Alexandre Brandão. Na ação, o Flu pedia que o jornalista Paulo Cezar de Andrade Prado, o Paulinho, pagasse indenização de R$ 50 mil. Eles entenderam que a "matéria publicada noticiou, nos limites do direito à crítica, fatos de conhecimento público, sem promover nenhuma mácula ao direito de informar, falsear a verdade e sem qualquer conteúdo sensacionalista", como acusava o Fluminense.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Fluminense