PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio aumenta série invicta e foge de euforia antes de rever último algoz

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

04/12/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Grêmio aumentou a série invicta. Agora, o time de Renato Gaúcho acumula 15 partidas sem derrota — somando Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. O resultado diante do Guaraní-PAR, em Porto Alegre, confirmou duelo com o Santos. Justamente o mais recente algoz da equipe de Renato Gaúcho.

Em 11 de outubro, o Grêmio perdeu por 2 a 1 do Santos na Vila Belmiro. A partida foi válida pela 15ª rodada do Brasileirão. A partir deste momento, o time comandado por Renato Portaluppi não sofreu mais derrotas.

A escalação daquele domingo em Santos ainda não tinha Jean Pyerre. Foi montada sem Matheus Henrique, Darlan e Maicon (que entrou na reta final da partida). As figuras do atual momento estavam todas fora.

E parece que faz muito tempo. De lá para cá, o Grêmio somou 12 vitórias. Arrancou rumo ao topo da tabela do Campeonato Brasileiro e viu o desempenho do time dar um salto. E aí chega a fase atual. Um momento em que a preocupação é controlar os ânimos. Segurar a euforia da torcida, que se empolga depois de cada rodada.

"Passo a passo. Crescemos muito? Se vocês querem botar a gente como candidatos, podem falar. Mas a gente tem que manter os pés no chão", disse Diego Churín. "Jogo de Libertadores não tem favorito, não tem vantagem", completou Renato Gaúcho.

Antes de enfrentar o Santos, o Grêmio recebe o Vasco pelo Campeonato Brasileiro. Se não perder, o time de Renato iguala a sequência obtida antes: 16 jogos sem perder, somando jogos de antes e depois da paralisação pela pandemia de Covid-19.

Futebol