PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Pressionado, médico pediu um mês para esvaziar DM do Flamengo

Márcio Tannure, médico do Flamengo - Reprodução FlaTV
Márcio Tannure, médico do Flamengo Imagem: Reprodução FlaTV

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/12/2020 12h00

No olho do furacão do Flamengo, o departamento médico do clube passou por profunda reformulação e colocou em xeque o trabalho de recuperação de lesão de atletas. Após intenso questionamento, Márcio Tannure, chefe do setor, prometeu, no início de novembro, devolver todos ao campo após o prazo de um mês pedido até que os novos contratados se adaptassem aos processos. Pressionado, Tannure externou à cúpula de futebol rubro-negra que o início seria complicado, mas esse tempo mínimo era necessário para colocar as coisas nos trilhos. Os jogadores foram entregues de volta, mas não necessariamente retornaram com 100% de condições.

Para ler a íntegra dessa notícia e mais bastidores do mundo do futebol, acesse a coluna De Primeira.

Flamengo