PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Uma semana depois, jogo com Boca ainda é "divisor de águas" para o Inter

Abel Braga ainda não retorna ao comando do Inter, pois segue positivo para Covid-19 - Ricardo Duarte/SC Internacional
Abel Braga ainda não retorna ao comando do Inter, pois segue positivo para Covid-19 Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

02/12/2020 04h00

Classificação e Jogos

Internacional e Boca Juniors deveriam ter se enfrentado na semana passada. O jogo de ida das oitavas de final da Libertadores era considerado vital nas pretensões do Colorado para a sequência do ano. E mesmo com adiamento, em razão a morte de Diego Maradona, o cenário segue inalterado em Porto Alegre. O encontro de hoje (2), às 21h30 (de Brasília), irá ditar o cenário no último mês de 2020.

O Inter movimenta-se para o segundo turno das eleições presidenciais. Em 15 de dezembro, Alessandro Barcellos e José Aquino Flôres de Camargo disputam a cadeira no cargo máximo vermelho, hoje ocupada por Marcelo Medeiros. E o ambiente já mira o ano que vem.

Enquanto fica cada vez mais distante da disputa pelo topo da classificação no Campeonato Brasileiro, o Inter tem na Libertadores uma última esperança de disputa real por título. Seguir nela poderia embalar o trabalho de Abel Braga, que está afastado do comando de treinamentos e jogos há mais de dez dias em razão da Covid-19.

Mas o contrário também é verdade. Dar adeus à competição continental é sinal claro de que a temporada está praticamente encerrada. O Inter, então, poderia encaminhar o projeto para o ano que vem com a saída de Abel e sua comissão técnica. Osmar Loss, auxiliar da comissão permanente, comandaria o time até a definição de um novo profissional.

O vínculo do treinador não tem multa rescisória e poderia ser rompido, de forma amigável, sem qualquer dano financeiro.

De qualquer forma, isso não ocorrerá imediatamente. Entre os dois jogos contra o Boca tem o Atlético-MG no calendário, pelo Brasileiro. O atual líder do campeonato também está inserido no contexto de "chance ou fim" de temporada para o Colorado. O resultado da partida pode deixar o Galo oito pontos distante na tabela.

A direção do Inter admite publicamente que não está contente com o rendimento do time. Após o empate em 0 a 0 com Atlético-GO, cobrou recuperação em campo. O vice-presidente Alexandre Chaves Barcellos afirmou que a reação poderia partir do regresso de Abel após a Covid-19, que acabou não acontecendo pois ele segue com quadro positivo.

O cenário é pouco animador também para a torcida. Entre os aficionados ainda há lembranças do comando de Eduardo Coudet e as fracas exibições só aumentam o pessimismo com o time.

Com a atual comissão técnica, o Colorado perdeu três jogos, empatou um e ganhou só uma vez — quando foi eliminado nos pênaltis da Copa do Brasil. Apenas dois gols foram marcados e cada vez mais dúvidas surgem sobre o futuro da equipe.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL x BOCA JUNIORS
Data e hora:
02/12/2020 (quarta-feira) às 21h30 (de Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Estebán Ostojich (URU)
Auxiliares: Richard Trinidad e Carlos Barreiro (ambos uruguaios)
VAR: Nicolas Gallo (COL)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Moledo e Uendel; Lindoso, Rodrigo Dourado, Maurício (Yuri Alberto), D'Alessandro e Patrick; Thiago Galhardo. Técnico: Leomir de Souza (auxiliar)

BOCA JUNIORS: Andrada; Buffarini, López, Izquierdoz e Fabra; Capaldo, Campuzano, Salvio e Cardona; Villa e Tévez. Técnico: Miguel Ángel Russo

Internacional