PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Martinelli revela conversa com Odair em estreia e elogia 'geração de ouro'

Martinelli foi muito bem em sua estreia como profissional no Fluminense e deve receber mais chances - Mailson Santana/Fluminense FC
Martinelli foi muito bem em sua estreia como profissional no Fluminense e deve receber mais chances Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/12/2020 12h40

Classificação e Jogos

O empate por 0 a 0 com o Red Bull Bragantino pode não ter sido o resultado dos sonhos do Fluminense, mas um jogador em especial nunca mais esquecerá o jogo: Martinelli, que fez na noite de segunda (30) a sua estreia como profissional.

O volante de 19 anos revelou uma conversa com o técnico Odair Hellmann antes do jogo, e recebeu confiança também dos seus companheiros — alguns, de longa data.

"Sempre tem o frio na barriga, estreia no profissional, ainda mais no Maracanã. Todo mundo me passou muita tranquilidade e confiança. O Odair [Hellmann] me chamou no canto, me disse para ficar tranquilo e principalmente para ter alegria para jogar futebol. Isso coroa um trabalho que vem desde lá de trás, de Xerém, e posso colher os frutos agora", declarou, em coletiva no CT Carlos Castilho.

Com características bem parecidas — até fisicamente — com Dodi, que não joga mais pelo Flu, Martinelli teve ótima atuação e deve receber mais chances nos próximos jogos.

"Fiquei muito tranquilo quanto a isso [situação do Dodi]. Ele era um cara que ajudava muito dentro de campo, mas temos que manter a cabeça tranquila, importa é quem está aqui conosco. Sabíamos que a oportunidade ia chegar e vai chegar outras vezes. Temos que estar prontos para corresponder quando chegar a hora. Procuro fazer meu trabalho sem pensar nas proximidades", disse.

A estreia teve sabor especial por ser ao lado de velhos conhecidos. Calegari, André, Marcos Paulo e Luiz Henrique jogam junto com Martinelli desde o sub-17, e formam a "geração de ouro" de Xerém, dos nascidos em 2000 e 2001. Para o volante, o entrosamento facilitou tudo.

"Facilita bastante. Um brinca com o outro, temos muita intimidade. Quando souberam que eu ia estrear, eles vieram me confortar, trazer tranquilidade. O Marcos Paulo me chamou, em campo e me falou para ficar tranquilo, que era a mesma coisa da base, para jogar o meu futebol. Atuar ao lado do André também é fácil, é um cara que faço dupla faz três anos, um conhece os movimentos do outro, o entrosamento facilita muito. Espero jogar ainda muito tempo com eles, são garotos sensacionais, de muito talento, e fico feliz que estejamos chegando nesse momento juntos", opinou.

Com 36 pontos, o Fluminense é o oitavo colocado do Campeonato Brasileiro. No sábado (5), às 19h, o Tricolor recebe o Athletico, no Maracanã.

Confira a íntegra da coletiva de Martinelli na FluTV:

Fluminense