PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro sofre mais gols no início de cada tempo e vive drama no Mineirão

Raposa faz apenas a 16ª campanha em casa entre os 20 clubes da Série B - Divulgação/Mineirão
Raposa faz apenas a 16ª campanha em casa entre os 20 clubes da Série B Imagem: Divulgação/Mineirão

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

01/12/2020 04h00

Classificação e Jogos

Jogar em casa não tem dado ao Cruzeiro vantagem em relação aos adversários na Série B do Campeonato Brasileiro. Pelo contrário, quando joga no Mineirão, o time celeste mais desperdiça do que conquista pontos, fato que ajuda a explicar a atual posição da equipe na tabela de classificação: 16º colocado com apenas 28 pontos.

A derrota celeste mais recente em casa, o 2 a 1 sofrido diante do Confiança, na última sexta-feira (27), resultado que encerrou a invencibilidade de Luiz Felipe Scolari em seu retorno à Toca da Raposa, fez com que o próprio treinador reclamasse da desatenção de sua equipe nos minutos iniciais de cada partida.

"Aqui [no Mineirão] nos últimos três jogos, saímos aos 3 minutos, aos 4 minutos, aos 10 minutos tomando gol, coisa que faz com que a nossa equipe fique totalmente desorganizada. Sabemos que temos algumas dificuldades da equipe, sim, principalmente no aspecto psicológico, aspecto de jogarmos aqui e propormos o jogo. Mas esses gols aos 3, 4 minutos, fazem com que nossa equipe se desarvore", comentou.

E a reclamação do treinador faz total sentido. Dos 14 gols sofridos pelo Cruzeiro em seus domínios, metade aconteceu no começo de cada tempo, de acordo com levantamento feito pelo UOL Esporte (veja no fim da matéria). E pelos resultados negativos no Gigante da Pampulha o time azul já deixou para trás 23 pontos, conquistando apenas 41% da pontuação disputada.

Foram cinco gols sofridos entre o primeiro e o décimo quinto minuto da etapa inicial, marcados por Chapecoense, Sampaio Corrêa, Guarani, Figueirense e Confiança. E mais dois no início do segundo tempo, anotados por Sampaio Corrêa e Guarani.

Para evidenciar ainda mais a dificuldade do Cruzeiro no Mineirão, 64,2% dos gols sofridos pelo time celeste no estádio aconteceram no primeiro tempo (foram nove). E o pior, toda vez que a Raposa saiu atrás no placar não conseguiu vencer a partida. Foi assim contra a Chapecoense, América-MG, Avaí, Sampaio Corrêa, Guarani, Figueirense e por último o Confiança.

O máximo que o time conseguiu foi empatar contra o Guarani e com o Figueirense, que começaram vencendo, mas não triunfaram no fim da partida.

No Mineirão, o desempenho do Cruzeiro aponta cinco derrotas, quatro empates e quatro derrotas. O time tem em casa apenas a 16ª campanha entre os 20 clubes da Série B do Brasileirão.

Minutos dos gols sofridos pelo Cruzeiro no Mineirão

Primeiro tempo

Chapecoense: 9 minutos
América: 26 e 31 minutos
Sampaio Corrêa: 12 minutos
Guarani: 14 e 38 minutos
Figueirense: 11 minutos
Confiança: 5 e 25 minutos

Segundo tempo

Guarani: 6 minutos
Botafogo-SP: 40 minutos
CRB: 39 minutos
Avaí: 33 minutos
Sampaio Corrêa: 13 minutos

Cruzeiro