PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Felipão sai em defesa de Patrick Brey: "equipe não perde só por um jogador"

Patrick Brey é um dos jogadores mais contestados pela torcida do Cruzeiro atualmente - Bruno Haddad/Cruzeiro
Patrick Brey é um dos jogadores mais contestados pela torcida do Cruzeiro atualmente Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

28/11/2020 00h35

Classificação e Jogos

O Cruzeiro perdeu a primeira partida sob o comando do técnico Luiz Felipe Scolari e a derrota por 2 a 1 para o Confiança, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, mostrou novamente uma atuação bem abaixo do lateral-esquerdo Patrick Brey.

Substituto do jovem Matheus Pereira, que de acordo com o treinador não está em suas melhores condições físicas, Brey foi defendido por Felipão logo após o revés para o time de Sergipe, no Mineirão.

"Quanto ao Patrick (Brey), vocês viram que o lateral-esquerdo, o Matheus, ele não tinha condições de jogar o jogo todo. Ele vem treinando há quatro dias, ele esteve machucado, além disso, passou por algumas dificuldades. Ele vai, aos poucos, adquirindo sua condição para que tenha uma possibilidade de jogar o jogo todo", justificou.

Matheus Pereira ficou fora do time por três jogos (Paraná, Botafogo-SP e Guarani) por se lesionar no empate em 1 a 1 com o Náutico, nos Aflitos, por entrada forte de Jorge Henrique. Na ocasião, Pereira sofreu um estiramento no ligamento do joelho esquerdo e ficou indisponível no Cruzeiro entre o dia 10 de outubro e 24 de novembro.

"Não adianta a gente colocar o Matheus apenas por colocar, quando o Patrick, que vinha jogando razoavelmente bem, cumpria aquilo que a gente pretende, conseguindo resultados e tudo mais. Uma equipe não perde somente por um jogador, perde por todos nós. Erramos em alguns aspectos e pronto", explicou o treinador.

Antes de a bola rolar para Cruzeiro x Confiança, Felipão somava mais de 71% de aproveitamento, já que em sete jogos tinha vencido quatro e empatado três. Agora a estatística aponta 62,5% de rendimento do treinador em oito partidas.

Cruzeiro