PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro sofre punição da CNRD e fica impedido de registrar atletas

Bruno Viana foi vendido ao Olympiacos em agosto de 2016 por cerca de R$ 7,6 milhões  - Divulgação
Bruno Viana foi vendido ao Olympiacos em agosto de 2016 por cerca de R$ 7,6 milhões Imagem: Divulgação

Do UOL, em Belo Horizonte

27/11/2020 21h53

Classificação e Jogos

O Cruzeiro sofreu mais uma punição administrativa e está, novamente, proibido de registrar atletas em 2020. Agora o time celeste sofre o impedimento por decisão da Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) por causa de dívida com o PSTC, clube do Paraná, pela venda do zagueiro Bruno Viana.

Em março deste ano a Raposa foi condenada a pagar R$ 1,3 milhão ao clube paranaense como parte da venda (20%) do atleta ao Olympiacos, da Grécia, em 2016. Entretanto, a punição só foi revelada agora.

A informação da nova punição ao Cruzeiro foi antecipada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo UOL Esporte.

O imbróglio envolvendo o Cruzeiro e o PSTC começou em abril de 2017, data em que o clube paranaense cobrou os 20% da venda de Bruno Viana. O acordo entre as partes pela cessão dos direitos econômicos foi validado em 2010.

A diretoria do Cruzeiro deve se pronunciar em breve sobre mais esse problema administrativo do clube.

Cruzeiro