PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG ganha tempo para recuperar elenco e Sampaoli corrigir o time

Elenco atleticano terá dez dias para se preparar antes do próximo jogo no Brasileiro - Pedro Souza/Atlético-MG
Elenco atleticano terá dez dias para se preparar antes do próximo jogo no Brasileiro Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

27/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

Depois do técnico Jorge Sampaoli e de toda comissão técnica do argentino, agora é a vez dos jogadores afastados para tratamento da Covid-19 começarem a retomar aos trabalhos no Atlético-MG. Os atletas foram autorizados a retornar à Cidade do Galo só hoje, após cumprirem isolamento social de dez dias por causa do diagnóstico positivo da doença. Antes do trabalho efetivo no gramado e com bola, o grupo passará por avaliações médicas.

O departamento médico atleticano submeterá a uma bateria de exames os seguintes jogadores: os goleiros Victor e Everson; o lateral direito Guga; os zagueiros Réver e Gabriel; os volantes Allan, Jair e Alan Franco; e os atacantes Sávio e Eduardo Vargas.

O equatoriano Alan Franco, inclusive, será recepcionado após passar sua quarentena no Equador, já que foi diagnosticado com o novo coronavírus enquanto servia à seleção de seu país em jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

"Em relação aos testes de retorno, especialmente dos atletas, nos preocupamos que eles retornem com a plena condição de saúde e que não estejam com nenhum sinal de doença em atividade ou sinal inflamatório em atividade. Todos eles passam por avaliações de exames de sangue para identificar marcadores inflamatórios, passam por avaliação em teste de esforço na esteira e, também, um exame de imagem que é um ecocardiograma. Exames adicionais podem ser selecionados e solicitados caso a caso. A partir disso, estando tudo normal, ele [atleta] é considerado apto a retornar", explicou o médico Haroldo Aleixo em entrevista à TV Galo.

Porém, nem mesmo com a necessidade de apontamentos mais complexos, fará o Galo ter que acelerar planejamento. É que o próximo compromisso dos comandados por Jorge Sampaoli no Campeonato Brasileiro está marcado apenas para 6 de dezembro, contra o Internacional, no Mineirão, pela 24ª rodada.

O argentino, que também não via a hora de retornar à Cidade do Galo, terá, em tese, dez dias para trabalhar o seu elenco. Isso, claro, se o departamento de futebol não der folgas entre hoje (27) e o importante duelo com o Colorado.

Será neste período sem jogos, quase uma mini intertemporada, que Sampaoli poderá acertar detalhes que precisam de ajustes, tanto no seu esquema tático quanto na parte técnica.

O período de treinamentos pode ser muito benéfico ao Atlético-MG, que mostra oscilação desde 14 de outubro, quando começou a tropeçar no Brasileirão, e naquele momento até perdeu a liderança, após empatar com o Fluminense e perder para o Bahia.

Depois de recuperar o primeiro lugar, o Galo, que soma 42 pontos, abriu três de vantagem para o Flamengo, segundo colocado (39), Entretanto, o Rubro-Negro tem um jogo a menos. Já o terceiro colocado São Paulo soma 38 pontos e três partidas a menos do que o Galo.

No fim da noite de ontem o Atlético-MG anunciou que o goleiro Rafael testou positivo para Covid-19. O jogador precisará de dez dias de isolamento para cumprir a quarentena protocolar antes de retomar o trabalho. Com isso, o reserva de Everson pode ficar fora do jogo com o Inter, que acontece justamente no dia em que o goleiro seria liberado do distanciamento social.

Atlético-MG