PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Funcionário de funerária é demitido após posar ao lado de corpo de Maradona

Diego Molina foi fotografado encostando no corpo de Maradona já dentro do caixão - Reprodução/Twitter
Diego Molina foi fotografado encostando no corpo de Maradona já dentro do caixão Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

26/11/2020 14h49

Um homem que trabalhava na funerária que preparou o corpo de Diego Maradona para seu velório, que acontece hoje na Casa Rosada, foi demitido após posar para uma foto com o argentino dentro do caixão.

Segundo o site da TV Todo Notícias, a foto, que mostra Diego Molina fazendo um sinal positivo com uma mão enquanto toca a testa de Maradona com a outra, viralizou em grupos de WhatsApp durante a cerimônia de despedida do astro.

Os donos da funerária, ao tomarem conhecimento do vazamento, utilizaram o espaço do veículo para pedir desculpas aos familiares e fãs de Maradona, informando que o homem havia sido despedido "imediatamente".

O advogado de Maradona, Matías Morla, usou o Twitter para expressar sua revolta e afirmou que o ato não vai ficar barato.

"Dada a viralização de uma imagem de Diego em seu leito de morte, vou cuidar pessoalmente de encontrar o canalha que tirou aquela foto. Todos os responsáveis por tal ato de covardia pagarão", iniciou ele, que posteriormente informou alguns dados de Molina.

"Diego Molina é o canalha que tirou uma foto ao lado do caixão de Diego Maradona. Pela memória do meu amigo, não vou descansar enquanto ele não pagar por tal aberração."

O Argentinos Juniors, primeiro time profissional de Maradona, repudiou o ato e submeteu o caso ao Tribunal Disciplinar do clube, já que alguns envolvidos na imagem seriam torcedores da equipe.

"Informamos aos nossos meios de comunicação social e jornalísticos que, por decisão unânime do Conselho de Administração, o pedido de expulsão da pessoa que foi fotografada junto ao caixão de Diego Armando Maradona é submetido ao Tribunal Disciplinar", escreveu o clube.

Futebol