PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Bastidores: Palmeiras tem banco 100% da base pela primeira vez na história

Gabriel Silva saiu do banco de reservas na vitória do Palmeiras sobre o Delfín - Cesar Greco
Gabriel Silva saiu do banco de reservas na vitória do Palmeiras sobre o Delfín Imagem: Cesar Greco

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

26/11/2020 12h00

Classificação e Jogos

O Palmeiras teve ontem (25) um banco de reservas inteiro de jogadores formados na base pela primeira vez na história. Diante dos 16 desfalques, o técnico Abel Ferreira recorreu a atletas do sub-20 para ter opções durante a vitória sobre o Delfín (EQU), por 3 a 1, nas oitavas de final da Copa Libertadores.

Dos 11 jogadores no banco (Mateus, Leandro, Renan, Vanderlan, Esteves, Danilo, Vitinho, Juninho, Marcelinho, Fabricio e Gabriel Silva), os únicos fixos do elenco profissional são Esteves (20 anos de idade) e Danilo (19). Renan (18) e Gabriel Silva (18) fizeram jogos no grupo principal e são relacionados com frequência, mas também tiveram momentos no sub-20 nesta temporada.

Saíram da equipe de juniores para a viagem ao Equador: os goleiros Mateus (18 anos) e Leandro (19), o lateral esquerdo Vanderlan (18), os meio-campistas Vitinho (18) e Juninho (18), além dos atacantes Fabricio (19) e Marcelinho (17).

O Palmeiras já tem em 2020 o seu ano com maior número de estreantes oriundos das categorias de base no século: Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Alan, Angulo (emprestado ao Botafogo), Gabriel Silva, Danilo, Renan, Aníbal, Marcelinho e Fabrício.

O técnico Abel Ferreira teve um dos trunfos ao ser contratado justamente esta relação na formação de atletas. Ainda assim, o português sempre que pode valoriza os mais experientes do grupo.

"É um trabalho coletivo, de muitos treinadores, coordenadores. Um trabalho, também, dos jogadores que os recebem na equipe principal. Eu fui formado como treinador no Sporting, sei bem as dificuldades de estar apostando constantemente em jovens numa equipe com ambição de ganhar sempre. Mas não posso de deixar de citar a importância do Weverton, do Ramires, do (Gustavo) Gómez, do Felipe Melo, do Willian, do Luiz Adriano, que ajudam os meninos a perceber a responsabilidade de estar neste clube. Aqui há uma mescla muito bem feita, mas é uma visão do clube para o futuro. Portanto, vamos seguir o trabalho de forma consistente e perceber que leva tempo para os garotos terem desempenho consistente", avisou.

Palmeiras