PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Prestigiado por Odair, Muriel falha pela nona vez no ano e preocupa o Flu

Muriel já cometeu nove falhas pelo Fluminense em 2020; má fase preocupa clube  - GUSTAVO RABELO/ESTADÃO CONTEÚDO
Muriel já cometeu nove falhas pelo Fluminense em 2020; má fase preocupa clube Imagem: GUSTAVO RABELO/ESTADÃO CONTEÚDO

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

Odair Hellmann tem uma linha de raciocínio clara no comando do Fluminense: dar confiança aos jogadores, independentemente dos erros cometidos por eles. Coerente com a ideia, modifica a equipe apenas por conta de questões físicas, e mantém as mudanças quando os substitutos correspondem. Só dois jogadores foram exceção até aqui: Nenê, artilheiro do Tricolor em 2020 com 19 gols, e Muriel, que não faz boa temporada.

A falha contra o Internacional não pode ser tratada como exceção na temporada ruim do goleiro, já que foi o nono erro grave — que resultou no gol adversário . Para piorar, o gesto técnico equivocado tampouco é novidade: é costume de Muriel espalmar para a frente em bolas chutadas em sua meta, o que contraria os mais básicos treinamentos para a posição. Não à toa, a torcida começou a pegar no seu pé nas redes sociais.

Depois de falhar duas vezes contra o Atlético-GO na eliminação do Flu na Copa do Brasil, o goleiro foi prestigiado por Odair. O técnico chegou a procurar a equipe de preparação de goleiros, mas, apesar de os treinadores indicarem uma mudança e a escalação de Marcos Felipe, o comandante decidiu mantê-lo.

Muriel falhou duas vezes em eliminação do Fluminense na Copa do Brasil - Heber Gomes/AGIF - Heber Gomes/AGIF
Muriel falhou duas vezes em eliminação do Fluminense na Copa do Brasil
Imagem: Heber Gomes/AGIF

De lá para cá, o Tricolor acumulou bons resultados, e Muriel até teve atuação destacada em difícil confronto com o Atlético-MG no Mineirão. Ainda assim, o goleiro de 33 anos voltou a mostrar insegurança contra o Inter.

Sua falha não gerou uma derrota, mas voltou a trazer o "fantasma" que o Flu tinha na posição antes de sua chegada, quando viveu boa fase e virou um dos xodós da torcida na campanha contra o rebaixamento em 2019.

No gol do Internacional, Muriel falhou mais uma vez, mas Fluminense virou o jogo - RAUL PEREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO - RAUL PEREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
No gol do Internacional, Muriel falhou mais uma vez, mas Fluminense virou o jogo
Imagem: RAUL PEREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

A irregularidade contrasta com as boas performances de seu reserva. Quando é acionado, Marcos Felipe costuma dar conta do recado e tem médias melhores — em amostras menores, é bem verdade — de gols sofridos, defesas e aproveitamento de pontos.

'Plano B' em 2019, Muriel preocupa também as finanças

Internamente, o Flu não esconde a preocupação com o mau momento do goleiro. O motivo não é apenas esportivo. Um dos salários mais altos do elenco, Muriel tem contrato até o fim de 2022, em negociação feita ainda com Celso Barros à frente da vice-presidência de futebol, hoje extinta. E vem tendo atuações bem abaixo das que mostrou em 2019, o que também gera críticas aos preparadores da posição.

À época de sua contratação, o Tricolor sondou Walter, reserva do Corinthians, e chegou a iniciar negociação, que acabou sem acordo. Sem muitas opções no mercado da bola para o que poderia pagar, o Flu confiou nos bons números e uma possível evolução de Muriel no futebol europeu, onde havia se destacado atuando pelo Belenenses, em Portugal.

Fernando Diniz, técnico da equipe naquele momento, preferia um goleiro que soubesse atuar melhor com os pés, o que está longe de ser uma qualidade de Muriel. Mas deu chance e confiança ao atual titular nos momentos mais difíceis.

Flu teve bom momento com reserva no ano passado

Já sem o treinador, ele se machucou justamente contra o Internacional, no Beira-Rio, e ficou de fora das últimas rodadas do Brasileirão no último ano, quando o Tricolor ainda brigava contra o rebaixamento. Com Marcos Felipe no gol, o Fluminense encerrou a temporada com seis jogos de invencibilidade, apenas três gols sofridos e classificado à Copa Sul-Americana.

A liderança e as boas atuações de Muriel em 2019 geraram impacto positivo imediato na equipe, mas o 2020 abaixo do esperado volta a colocar a posição como uma dor de cabeça das Laranjeiras ao CT Carlos Castilho.

Reserva, Marcos Felipe tem ótimos números como titular do Fluminense - Lucas Merçon/Fluminense FC - Lucas Merçon/Fluminense FC
Reserva, Marcos Felipe tem ótimos números como titular do Fluminense
Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Cria das divisões de base em Xerém, Marcos Felipe faz "sombra" ao goleiro: com o camisa 1 no gol, o Flu tem oito vitórias, cinco empates e apenas uma derrota em 14 jogos oficiais, com 11 gols sofridos — aproveitamento de 69%. Em 66 partidas com Muriel no gol, o Tricolor sofreu 66 gols e conquistou 50% dos pontos disputados — 28 vitórias, 15 empates e 23 derrotas.

Fluminense