PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Vasco de Ricardo Sá Pinto sofre menos gols, mas segue sem embalar

Vasco soube se defender bem no empate em 1 a 1 com o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro - Marcello Zambrana/AGIF
Vasco soube se defender bem no empate em 1 a 1 com o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/11/2020 04h00

Há pouco mais de um mês no Vasco, o técnico Ricardo Sá Pinto ainda tenta implementar o seu estilo, mas algumas características já se tornam visíveis. Com ele, por exemplo, o time reduziu em 40% o número de gols sofridos e ficou mais sólido defensivamente. Foram apenas cinco bolas na rede em oito partidas, sendo que em metade delas, não foi vazado.

O treinador também adotou um esquema tático que, em sua concepção, é o ideal: o 3-5-2, com um trio de zagueiros e laterais que se transformam em alas.

Em termos de desempenho, porém, a equipe ainda não embalou. Foram apenas duas vitórias, quatro empates e duas derrotas. Na avaliação do português, o momento é de união entre elenco e torcedores para fugir de vez da ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

"Esse é um momento de união. Vai ser duro até o final, mas acreditamos que podemos fazer uma boa temporada. Se estivermos desunidos, não será possível. Se quiserem um culpado, estou aqui", disse o lusitano, após o empate em 1 a 1 com o São Paulo, no último domingo (22), no Morumbi.

Sá Pinto agora vira a chave para a única competição que tem chances reais de disputar um título, a Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira (26), em Buenos Aires (ARG), o Vasco faz o jogo de ida das oitavas de final contra o Defensa y Justicia (ARG) e o treinador já começou a estudar o adversário.

"Estamos concentrados neste jogo. Vi um jogo deles, o penúltimo, quando empataram em casa. É uma equipe que joga no 3-5-2. É uma equipe que não vem de bons resultados no campeonato deles, mas é uma competição diferente e as equipes se motivam, vai ser um jogo difícil. Tem dois atacantes rápidos na frente, laterais que aprofundam, chegam bem nos corredores. Teremos que ter muito cuidado. Ainda vou ver um segundo jogo para começar a preparar para quinta-feira estarmos à altura", declarou o treinador vascaíno.

Vasco