PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Contra a Chapecoense, Cruzeiro tenta 1ª vitória sobre atual G-4 da Série B

No primeiro turno da Série B, o Cruzeiro foi surpreendido em casa pela Chapecoense ao perder por 1 a 0 - Bruno Haddad/Cruzeiro
No primeiro turno da Série B, o Cruzeiro foi surpreendido em casa pela Chapecoense ao perder por 1 a 0 Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

24/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Cruzeiro vive momento complicado na Série B do Campeonato Brasileiro e a cada partida o sonho de o clube retornar à primeira divisão vai ficando mais distante. A estatística aponta atualmente apenas 1,2% de chance de acesso, segundo o Departamento de Matemática Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). E se vencer é a regra máxima da Raposa, o time de Luiz Felipe Scolari terá que aumentar os esforços para o enfrentar a Chapecoense, hoje (24), às 21h30, na Arena Condá, pela 23ª rodada. Motivo: o adversário, líder isolado e "bicho papão" do campeonato, não sabe o que é perder há quase três meses.

A última derrota dos catarinenses no torneio aconteceu na sexta rodada, ainda no primeiro turno, no dia 28 de agosto, quando caiu por 2 a 1 em jogo com o Cuiabá, na Arena Pantanal. De lá para cá, são 17 jogos sem sentir o sabor da derrota, com dez vitórias e sete empates. E para piorar, o time celeste não venceu ainda nenhuma equipe que atualmente integra o G-4 da Série B — a própria Chape, América-MG, Sampaio Corrêa e Juventude.

Apesar do hiato entre os dois clubes na tabela da Série B — 15º colocado, o time celeste tem quase metade dos pontos da Chape (47 x 25) —, o atacante Willian Pottker disse acreditar que a Raposa pode surpreende os catarinenses no jogo desta noite.

"A gente sabe que a Chapecoense vem em uma crescente, com bons resultados, mas no futebol nem tudo é para sempre. Vamos para lá com o pensamento de vitória, de buscar os três pontos. Tenho certeza de que eles têm um respeito enorme pelo Cruzeiro. Apesar de estarmos nessa parte da tabela, todos os times têm um respeito enorme pelo Cruzeiro, e temos que fazer valer a pena esse respeito. Também respeitamos muito a Chapecoense, mas vamos buscar os três pontos", afirmou o jogador, que voltará a ficar à disposição do técnico Felipão após cumprir suspensão automática.

A Chapecoense tem apenas a sexta melhor campanha como mandante na Série B, com 22 pontos somados em dez jogos — seis vitórias e quatro empates. Nos dois últimos jogos na Arena Condá desperdiçou pontos diante do CSA e do Oeste, empatando ambos os jogos por 0 a 0. O time tem aproveitamento melhor longe de Santa Catarina — 25 pontos em 12 jogos.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE x CRUZEIRO

Motivo: 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data e horário: 24 de outubro de 2020 (terça-feira), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Zandick Gondim Alves Júnior (RN)
Auxiliares: Francisco de Assis da Hora e Reinaldo S. Moura (ambos do RN)

CHAPECOENSE: João Ricardo; Ezequiel, Joilson, Luiz Otávio e Busanello; Willian Oliveira, Alan Santos, Alan Ruschel; Matheus Ribeiro, Paulinho Moccelin e Anselmo Ramon. Técnico: Umberto Louzer

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Manoel, Cacá e Patrick Brey; Ramon, Jadsom; Airton, Régis, Rafael Sóbis (Willian Pottker); Marcelo Moreno. Técnico: Felipão

Cruzeiro