PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Manchester City desiste de contratar Messi para o ano que vem, diz TV

Idade e salário foram considerados obstáculos para uma investida pelo argentino do Barcelona - GettyImages
Idade e salário foram considerados obstáculos para uma investida pelo argentino do Barcelona Imagem: GettyImages

Do UOL, em São Paulo

23/11/2020 07h37

O Manchester City, clube até então citado pela imprensa europeia como favorito para contratar Lionel Messi, desistiu de fazer uma oferta ao camisa 10 do Barcelona nos próximos meses.

De acordo com a emissora Sky News, que falou com a jornalista Semra Hunter, a idade (33 anos) e o alto salário do jogador foram colocados como obstáculos para que os ingleses apostassem no projeto.

"Pelas informações que tenho, hoje essa porta está fechada. Eles têm duas razões para isso: idade e finanças. Por falar em idade, Messi está entrando nos anos finais de sua carreira e você estaria trazendo jogador já mais perto de sua aposentadoria", iniciou Hunter;

"Isso anda de mãos dadas com as finanças porque, embora ele pudesse ser contratado gratuitamente [com o fim de seu contrato no Barcelona], seus salários são astronomicamente altos - ele está ganhando cerca de 100 milhões de euros por ano. Isso seria um enorme fardo financeiro para qualquer clube assumir, especialmente considerando o fato de que estamos no meio de uma pandemia global", concluiu a jornalista à TV.

A notícia vem ao encontro ao que Pep Guardiola, técnico do City e amigo de Messi, falou em entrevista coletiva recente.

Ao ser questionado sobre o rumor da contratação do atual melhor jogador do mundo, o treinador esfriou a empolgação dos torcedores.

"Leo Messi é jogador do Barcelona. Se você me perguntar a minha opinião como pessoa a quem o Barça deu tudo, meu desejo é que Messi termine a sua carreira lá. Eu gostaria de vê-lo se aposentar no Barcelona. Adoraria, de verdade, já disse isso mil vezes. Esta é a minha opinião como torcedor do Barça. Não sei o que vai passar pela cabeça dele. Mas o mercado de transferências é só em junho", disse Guardiola.

Futebol