PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Com dez em isolamento, Atlético-MG vê número de desfalques subir para 14

Do UOL, em Belo Horizonte

23/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Atlético-MG empatou por 2 a 2 com o Ceará, na tarde de ontem (22), em uma partida que terminou com um misto de sensações para o torcedor do Galo. Pelo primeiro tempo feito, o time parecia estar com o jogo na mão, mas acabou voltando mal do intervalo e levou a virada. Por outro lado, com a equipe desmantelada, o pontinho somado também pode ser valorizado, até por recuperar a liderança do Brasileirão, superando o Flamengo no critério de desempate, embora o São Paulo permaneça com três jogos a menos e apenas dois pontos atrás.

Na quarta-feira (25), um novo compromisso pelo campeonato nacional já está agendado, contra o Botafogo, em jogo adiantado pela 23a. rodada.

Durante a semana passada (dias 16, 18 e 20), o Atlético teve vários casos de jogadores com exames positivos para o coronavírus em seu elenco. O técnico Jorge Sampaoli também foi afastado. Além de Diego Tardelli e Mariano, que se recuperam de lesão, dez atletas foram colocados em quarentena. Agora, depois do jogo em Fortaleza, essa lista ganhará pelo menos mais dois nomes, não devido à Covid, mas por suspensão. Arana recebeu o terceiro cartão amarelo e Dylan Borrero acabou expulso contra o Ceará.

As duas novas baixas dificultam ainda mais a vida de Leandro Zago para o jogo de quarta-feira. No lado esquerdo, Arana era o único lateral à disposição. Uma alternativa pode ser improvisar o zagueiro Júnior Alonso para os flancos. Em ocasiões anteriores, Allan já foi improvisado no setor, mas o volante é um dos atletas em isolamento social.

Por falar no meio-campo, Zago não terá nenhum volante de origem mais uma vez. Contra o Ceará, Dylan Borrero foi improvisado na posição, mas já havia sido testado por Sampaoli no setor. Como já informado, Borrero foi suspenso depois que o VAR chamou Raphael Klaus para conferir uma cotovelada que o garoto acertou em Léo Chú, do Ceará, levando a expulsão do atleticano. Desta forma, uma nova improvisação deve ser feita ou um jogador da base deverá ser colocado no time. Além dos desfalques certos, o Atlético ainda irá avaliar a situação de Savarino. O venezuelano precisou ser substituído e saiu de campo por causa de uma pancada na coxa esquerda.

A partida contra o Botafogo será jogada às 21h30 desta quarta-feira. Este será o terceiro jogo que o Atlético ficará desfalcado dos atletas que testaram positivo para o coronavírus. O confronto seguinte, que poderá contar com o retorno de alguns deles, será contra o Internacional, também no Mineirão, no dia 6 de dezembro. Para esta partida, ficará também a expectativa para o retorno do técnico Jorge Sampaoli no comando da equipe.

Desfalques do Atlético:

Em quarentena: Everson, Victor (goleiros), Gabriel, Réver (zagueiros), Guga (lateral), Allan Franco, Allan, Jair (volantes), Savinho e Vargas (atacantes).

Lesionados: Diego Tardelli (atacante) e Mariano (lateral).

Suspensos: Guilherme Arana (lateral) e Dylan Borrero (meia-atacante).

Atlético-MG