PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos: Trio volta a testar positivo para Covid e vira desfalque contra LDU

Goleiro João Paulo fez sua estreia em Libertadores pelo Santos contra o Olimpia (PAR) - Ivan Storti/Santos FC
Goleiro João Paulo fez sua estreia em Libertadores pelo Santos contra o Olimpia (PAR) Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

21/11/2020 22h23

O goleiro João Paulo, o lateral-direito Madson e o volante Sandry não viajam com o elenco do Santos para o Equador, onde o Peixe enfrenta a LDU, em Quito, nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Os três voltaram a testar positivo para a Covid-19.

O trio retornou recentemente ao clube após contrair a doença e ficar dez dias em isolamento, protocolo da CBF, e dois deles, Madson e Sandry, até entraram em campo na derrota de hoje (21) para o Athletico-PR. Eles não transmitem mais a doença, mas não poderão entrar no Equador.

A proibição parte do Ministério da Saúde equatoriano, que proíbe a entrada no país de qualquer pessoa nessas condições, mesmo passada a quarentena e com testes negativos.

Segundo o Peixe, o novo positivo no teste de coronavírus é normal após contraírem a doença. Veja o posicionamento do Santos sobre o caso:

"Informações sobre os jogadores João Paulo, Madson e Sandry

Os três atletas cumpriram quarentena de 10 dias, realizaram exames de COVID-19 na última quarta-feira e receberam resultado negativo.

No entanto, em exame realizado na última sexta-feira, o trio recebeu resultado positivo, o que é corriqueiro após a realização de múltiplos exames em pessoas que já tiveram a doença. Eles não apresentam quadro clínico ou sintomas da doença.

Isso indica que eles têm cicatrizes da doença, que não são transmissoras.

Eles podem atuar no Campeonato Brasileiro normalmente, mas não poderão jogar contra a LDU, nesta terça, em Quito.

A proibição é por conta de uma conduta de soberania nacional do Equador e seu Ministério da Saúde. O país veta a entrada de qualquer pessoa nessas condições, mesmo após quarentena e testes negativos anteriores."

Santos