PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos: Auxiliar relata aguardar testes de Covid-19 até horas antes do jogo

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

21/11/2020 23h03

O auxiliar técnico Marcelo Fernandes, que vem comandando o Santos na ausência de Cuca, relatou que aguardou resultados de exames de Covid-19 até horas antes do jogo de hoje (21), que terminei em derrota do Peixe por 1 a 0 para o Athletico-PR.

Com dez jogadores retornando aos treinos entre quinta e sexta-feira após contraírem Covid-19 e passarem pelo isolamento protocolar de dez dias, o Peixe realizou novo teste na sexta-feira, ainda em Santos, e aguardava o resultado para saber se todos poderiam viajar ao Equador para enfrentar a LDU, em Quito, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Na manhã de hoje, João Paulo, Mazoti, Lucas Veríssimo, Madson, Alison, Pituca, Sandry e Jean Mota fizeram um treino no CT do Coritiba visando a preparação para o duelo pela competição continental. De todos, somente Mazoti não testou positivo para o coronavírus nas últimas semanas.

Um tempo depois, às 14h, Marcelo Fernandes recebeu o resultado dos exames e soube que João Paulo, Sandry e Madson não poderiam viajar para o Equador por testarem novamente positivo. No entanto, como já tinha treinado hoje visando um melhor condicionamento após dez dias parados, já estavam de certa forma "desgastados" e não poderiam ser titulares no duelo contra o Furacão.

"Pensamos já no jogo lá de cima, tudo isso em virtude de aguardar os testes de hoje, às 14h. Foi a escolha que tivemos, tínhamos duas frentes, optamos por aquilo que achamos melhor. Perdemos três jogadores, esperamos os testes até às 14h, momentos antes de ir para a preleção. É caso de Sandry, João Paulo e Madson. São jogadores que acusaram nos testes", afirmou Marcelo Fernandes em entrevista coletiva virtual.

Sandry e Madson entraram na segunda etapa. O Santos viaja diretamente de Curitiba para o Equador e enfrenta a LDU, em Quito, na terça-feira, às 19h15.

Santos