PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Jadson cita 'respeito' após processar Corinthians: 'Tentamos conversar'

Jadson durante sua segunda passagem pelo Corinthians; ele foi à Justiça contra o clube - Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Jadson durante sua segunda passagem pelo Corinthians; ele foi à Justiça contra o clube Imagem: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Do UOL, em São Paulo

20/11/2020 10h43

O meia Jadson, contratado pelo Athletico-PR no mês passado, afirmou via Instagram que processou o Corinthians por um "acordo que não foi honrado" em sua saída - ele cobra mais de R$ 853 mil do clube.

No texto, o jogador de 37 anos contou que tentou conversar "por mais de uma vez" com a diretoria para sanar o problema, que não teve resolução. O caso foi revelado em primeira mão pelo blogueiro Ricardo Perrone, do UOL.

Por intermédio de sua empresa, Jadson entrou com ação de execução contra o clube paulista por direitos de imagem atrasados, incluindo valores referentes a contrato assinado em 2017.

"Antes de mais nada, é preciso deixar claro que o meu respeito, admiração e carinho pelo Corinthians jamais mudarão. Pelo contrário, é algo especial e ficará para sempre no meu coração. Me sinto um cara honrado e privilegiado por ter feito parte da história do clube e de ter contribuído para conquistar títulos importantes", iniciou o meia, antes de explicar os motivos pelos quais foi à Justiça.

"Quando resolveram pela minha não permanência no Corinthians, fizemos um acordo, mas, infelizmente, esse trato não foi honrado. Por mais de uma vez, tentamos conversar com a diretoria, mas não obtivemos sucesso e resolvi buscar os meus direitos, algo que qualquer trabalhador faria no meu lugar. Não estou pedindo nada além do que já havíamos acertado entre as partes", finalizou Jadson.

O atleta rescindiu o contrato o Corinthians porque não estava nos planos do técnico Tiago Nunes, já demitido. Pelo clube, o distrato foi assinado por André Sanchez, presidente do alvinegro e que hoje está licenciado.

Corinthians