PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Após quebrar recorde na Bolívia, Moreno agora mira melhor fase no Cruzeiro

Marcelo Moreno tenta recuperar a marca de maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Marcelo Moreno tenta recuperar a marca de maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

20/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

A temporada do atacante Marcelo Moreno no Cruzeiro não é boa e os números do jogador em 2020 são bem aquém de estatísticas apresentadas nas duas últimas passagens do camisa 9 pela Toca II. Na atual temporada, o centroavante fez apenas três gols em 22 jogos, média no mínimo quatro vezes menor do que outrora. Detalhes que podem ser alterados hoje (20), contra o Figueirense, no Mineirão, pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Se com o uniforme estrelado, Moreno ainda não deslanchou no ano, pela seleção boliviana o jogador quebrou importante marca. Com o gol que fez na última terça-feira (17), no empate em 2 a 2 com o Paraguai, em Assunção, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, Moreno se tornou o maior artilheiro da Bolívia com 21 gols. Ele ultrapassou Joaquín Botero, o antigo dono do recorde.

Marcelo Moreno tem três gols em três jogos pela seleção boliviana no ano, é o capitão e uma das referências do time. Tal respeito é algo que se repete no Cruzeiro, diferentemente da fase goleadora. Porém, os números positivos pela seleção de seu país podem ser inspirações para a melhora do atacante no clube azul.

De volta ao Cruzeiro após as apresentações com sua seleção, Moreno deve retomar a condição de titular no ataque estrelado contra o Figueirense. No clube, ele continua a perseguição do recorde pela artilharia de estrangeiros. Com 48 gols, ele está somente a dois tentos de se igualar ao uruguaio Arrascaeta, que é o detentor da marca, que, inclusive, um dia já foi do próprio Moreno.

"Ser goleador histórico é um reconhecimento muito importante pessoalmente. Isso me motiva todos os dias para continuar fazendo gols, querer seguindo fazendo história na seleção e também no Cruzeiro. Eu era o goleador [estrangeiro] histórico do clube, fiquei muitos anos na China, mas tenho certeza que vou recuperar este posto", disse o atacante recentemente em coletiva pela seleção boliviana.

Com conhecido histórico de conquistas com a camisa da Raposa, Marcelo Moreno tem no geral 115 jogos pelo Cruzeiro e 48 gols, média de 0,42 gol por jogo. O melhor desempenho do jogador aconteceu em 2014, quando faturou o Brasileirão daquele ano, com 15 gols em 22 jogos (0,86 de média).

Para o técnico Luiz Felipe Scolari, que tem buscado dar mais experiência ao plantel cruzeirense. Moreno é uma peça muito importante para o time.

"A presença do Moreno, o espírito de luta, a vontade dele melhorou bastante desde quando chegamos aqui. Conversamos um pouquinho com ele porque já era nosso amigo do tempo de Grêmio, quando ele foi meu jogador antes de ir para a China (...) Acho que o Moreno tem todas as condições, mas nós temos que complementar algumas jogadas com um outro jogador que sejam de características interessantes para que o Moreno possa fazer aquilo que ele sabe fazer", disse Felipão.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO x FIGUEIRENSE

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 20 de novembro de 2020 (sexta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Jucimar dos Santos Dias e José Carlos Oliveira dos Santos (ambos da BA)
Transmissão: Premiere

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey; Ramon e adsom; Régis, Airton, Rafael Sóbis; Marcelo Moreno. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

FIGUEIRENSE: Rodolfo Castro; Lucas Carvalho, Alemão, Vítor Mendes e Brunetti; Arouca, Matheus Neris, Elyeser, Léo Arthur, Everton Santos e Diego Gonçalves. Técnico: Jorginho

Cruzeiro