PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Abel celebra entrega e diz que Inter deu esperança de melhora em eliminação

Abel Braga comanda o Internacional durante partida contra o América-MG pela Copa do Brasil - Ricardo Duarte/SC Internacional
Abel Braga comanda o Internacional durante partida contra o América-MG pela Copa do Brasil Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional

Do UOL, em Porto Alegre

19/11/2020 01h19

Classificação e Jogos

Abel Braga valorizou a entrega dos jogadores e disse que o Inter deu esperança de melhora na vitória por 1 a 0 que levou a decisão da vaga na semifinal da Copa do Brasil para os pênaltis. Porém, veio a eliminação com a derrota nas cobranças por 6 a 5 para o América-MG.

"O que mais me chamou atenção hoje, e não podemos esquecer que o Inter não vinha alcançando o que queria, foi que o time lutou até a última bola. Precisamos ver isso com certo grau de verdade, dos jogadores com o clube, com a camisa, com o torcedor. Me deu esperança de que as coisas podem e devem melhorar", disse Abel Braga.

A expressão "até a última bola" pode ser considerada quase com sentido literal, já que o gol da vitória, marcado por Yuri Alberto, aconteceu no último minuto de partida, já nos acréscimos. Mas de pouco adiantou porque a eliminação ocorreu em seguida, com Uendel e Galhardo perdendo pênaltis.

"O Inter foi melhor do que nos dois primeiros jogos no meu comando. Tivemos uma postura interessante. Ainda faltou profundidade", avaliou o técnico. "O Inter fez 90 minutos no campo do adversário. Sem profundidade ou chances, mas perdemos a classificação foi lá [no jogo de ida, derrota por 1 a 0 em Porto Alegre]. Numa desatenção de um escanteio curto. Hoje tentaram fazer e não conseguiram porque já tínhamos visto no jogo passado que usavam. Antes, eu não sabia", disse o treinador.

No domingo, o Colorado encara o Fluminense pelo Brasileiro e vários jogadores devem ficar fora em razão do desgaste. E também porque na próxima quarta o Boca Juniors será adversário pelas oitavas de final da Libertadores.

"O Inter suporta bem um time que venha jogar de igual para igual. Na próxima quarta-feira temos um adversário que não vai deixar de nos atacar. É mais qualificado, mas aconteça o que acontecer temos que ter coerência para montar o time", finalizou o técnico.

Internacional