PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Novidade na seleção, Galhardo saiu de dentro do avião na pista após ligação

Galhardo e Arana - Lucas Figueiredo/CBF
Galhardo e Arana Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

15/11/2020 04h00

Substituto de Pedro na lista de convocados da seleção brasileira para enfrentar o Uruguai na próxima terça-feira (17), em Montevidéu, o meia-atacante Thiago Galhardo já estava dentro do avião para voltar a Porto Alegre após a derrota do Internacional contra o Santos, ontem (14), pelo Brasileirão, quando uma ligação alterou a programação.

"O voo atrasou. Eu estava sentado, não estava tendo notícia de nada, o Rodrigo Caetano [diretor-executivo do Inter] chegou com o celular e falou: 'olha, vai para a seleção brasileira, o Juninho Paulista [coordenador da seleção] quer falar com você'. E aí eu peguei o telefone, ele me comunicou que iam me buscar e o avião já estava para iniciar o voo, teve que abrir, anunciaram, todo mundo bateu palma. Não tem nem muito o que falar na hora, comecei a chorar, pensar na minha família. Saí dali, van, trajeto, falar com familiares e amigos, é loucura. Nós jogamos bola para viver isso", resumiu o jogador de 31 anos.

Galhardo é artilheiro do Brasileirão pelo Internacional e foi convocado pela primeira vez para a seleção. Concentrado em um hotel em São Paulo desde ontem à noite, ele terá dois treinamentos antes de embarcar para o Uruguai, palco do jogo de terça às 20h, pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo.

"Quando o time vive um bom momento tudo facilita, pelos números que eu tenho no ano isso te dá possibilidade de sonhar. Depois que o Tite deu uma entrevista falando sobre mim, o Pedro e o Marinho você fica confiante. É triste a lesão do Pedro, mas espero poder representar ele aqui também."

Galhardo vestirá a camisa 17 da seleção brasileira — a mesma de Pedro. O número é o que ele veste no Internacional em homenagem à avó, Ottilia, que morreu em 17 de novembro de 2019. Coincidentemente, Uruguai x Brasil será exatamente um ano depois.

O meia-atacante do Internacional não é a única novidade na quarta rodada das Eliminatórias. O lateral-esquerdo Guilherme Arana foi convocado e deixou a Neo Química Arena, onde o Atlético-MG derrotou o Corinthians, direto para o hotel da seleção. Alex Telles testou positivo para Covid-19 ontem, mesmo já recuperado e fora do estágio de transmissão da doença, e é dúvida para a viagem ao Uruguai.

"Um dia inesquecível, né? Até agora minha ficha não caiu. Eu já tinha vestido a camisa da seleção na base, na pré-olímpica, mas agora é um gostinho diferente, um sonho realizado. É um sonho desde criança, felicidade imensa. Agora é seguir trabalhando dentro do meu clube, estou fazendo um bom campeonato e muito feliz", disse Arana.

Futebol