PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro é mais forte fora de Belo Horizonte do que no Mineirão na Série B

Felipão tem o trabalho de retomar a boa fase do Cruzeiro dentro do Mineirão - Alessandra Torres/AGIF
Felipão tem o trabalho de retomar a boa fase do Cruzeiro dentro do Mineirão Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

15/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

A missão do Cruzeiro, que sonha com o acesso à Primeira Divisão em 2021, ano de seu centenário, não é nada fácil. O time é o 15º colocado na Série B do Campeonato Brasileiro e ainda está em início de trabalho com o técnico Luiz Felipe Scolari, que não esconde o objetivo atual do time: se distanciar da zona de rebaixamento.

"Nós não estamos pensando em classificação, estamos pensando em sair da dificuldade primeiro. Portanto, temos que saber o momento de fazer as coisas. Estou tentando mostrar a eles que é esse o nosso caminho", disse o treinador logo após o empate com o Guarani, na última rodada.

Para melhorar sua condição no campeonato e, quem sabe, atingir o difícil, mas ainda não impossível objetivo do acesso, o Cruzeiro precisará subir seus números como mandante. É que jogando fora de casa a Raposa mostra melhor aproveitamento do que em seus próprios domínios no Brasileirão.

Em 21 jogos realizados até aqui, o Cruzeiro atuou 11 vezes em casa [4 vitórias, 3 empates e 4 derrotas] e dez fora de Belo Horizonte [4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas]. A Raposa tem 45% de aproveitamento no Mineirão e 50% longe de Minas Gerais.

É certo que foram conquistados 15 pontos tanto em casa quanto fora, mas a equipe estrelada jogou uma vez a mais no Gigante da Pampulha até aqui. E apesar da somatória geral da pontuação do clube apontar para 30, a tabela da Série B registra apenas 24 pontos para o time azul, por causa dos seis pontos que foram subtraídos por punição da Fifa.

Dentre os 20 clubes da Série B o Cruzeiro tem a quarta melhor campanha fora de casa, atrás apenas de Chapecoense (22), América-MG (18) e Juventude (15), que aparece na frente por critérios de desempate.

Dentro de casa tem a 14ª campanha apenas, superando Guarani (15), Brasil de Pelotas (15), Náutico (12), Figueirense (11), Botafogo (10) e Oeste (5).

Desde que assumiu o Cruzeiro, Felipão comandou o time em cinco jogos, alcançando três vitórias e dois empates.

Cruzeiro