PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Negócio entre Flamengo e Ceni frustra são-paulinos e planos de candidatos

Rogério Ceni pode se tornar o novo treinador do Flamengo no mercado da bola - Kely Pereira/AGIF
Rogério Ceni pode se tornar o novo treinador do Flamengo no mercado da bola Imagem: Kely Pereira/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

10/11/2020 04h00Atualizada em 10/11/2020 09h33

O Flamengoanunciou Rogério Ceni como novo treinador no mercado da bola. Após ter confirmada ontem (9) a sua saída do Fortaleza, o técnico pode, inclusive, assumir o time carioca já no jogo de amanhã (11), diante do São Paulo, pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil. A ida do comandante para o Ninho do Urubu frustra os planos dos dois candidatos à presidência no Morumbi, Julio Casares e Roberto Natel. Ambos pretendiam contar com o ídolo no banco de reservas.

Os concorrentes ao pleito não falam abertamente, mas tinham o desejo de contratar o ex-goleiro para o cargo ocupado por Fernando Diniz atualmente. O UOL Esporte já havia adiantado que eles poderiam iniciar as conversas com Ceni visando a próxima temporada do futebol brasileiro, que se inicia em março de 2021.

A atuação do Fortaleza diante do São Paulo, nas oitavas de final da Copa do Brasil, havia fortalecido ainda mais o treinador no Morumbi. À época, ele ficou até tarde assistindo à partida que culminou na eliminação da sua equipe para avaliar eventuais erros diante do clube que iniciou a carreira como treinador. Segundo apurou a reportagem, candidatos e pessoas ligadas às chapas estavam em constante contato com o ex-arqueiro. A ideia era manter a relação sólida para que uma provável negociação transcorresse da maneira esperada.

A atraente oferta do Flamengo, no entanto, fez com que Rogério Ceni antecipasse os planos de deixar o Fortaleza, clube com o qual tinha contrato até o fim da atual temporada. A possível ida do treinador para o Ninho do Urubu frustra também os torcedores, que alimentaram a expectativa de retorno ao CT da Barra Funda.

Em que pese a frustração dos dois candidatos, que viam a possível volta do ídolo como um cabo eleitoral importante nos bastidores, havia por outro lado também a pressão pelo negócio. Assumir o clube e não acertar a contratação do ex-goleiro seria também uma decepção para os torcedores.

O iminente acordo de Rogério Ceni com o Flamengo permite que os candidatos se desvinculem da imagem do ídolo, sendo que a possibilidade de manter Fernando Diniz também não está descartada. O atual treinador do time paulista tem a temporada vigente como teste de fogo. O técnico foi muito contestado após recentes eliminações (Campeonato Paulista, Copa Libertadores e Copa Sul-Americana), mas recuperou prestígio depois da vitória por 4 a 1 justamente sobre o Flamengo.

Diniz não tem prazo estipulado em seu contrato. O técnico tem um acordo vigente na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), sem multa rescisória.

Futebol