PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Leven e Campello discutem em eleição do Vasco: "Se é macho, abre a urna"

Leven Siano e Alexandre Campello discutem em eleição do Vasco - Reprodução
Leven Siano e Alexandre Campello discutem em eleição do Vasco Imagem: Reprodução

Alexandre Araújo e Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

07/11/2020 22h27

Leven Siano, candidato à presidência pela chapa "Somamos", e o atual presidente Alexandre Campello, que tenta a reeleição pela "No Rumo Certo", tiveram uma áspera discussão na reta final da eleição, que aconteceu hoje (7), e foram separados por correligionários.

No bate-boca, Leven proferiu frases como "perderam a eleição e estão apelando", "se vocês são machos, abre a urna e conta os votos", e "você ficou em quarto lugar, com a máquina na mão. Tenha vergonha". Campello respondeu com "Você é recalcado" e "você quer palco".

Líder da chapa "Somamos", Leven se referia ao fato de a "No Rumo Certo" — assim como a "Sempre Vasco" e "Mais Vasco" — terem tirado a candidatura após a retomada da votação.

O pleito cruz-maltino foi suspenso por conta de uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), proferida já à noite, com a eleição em andamento. Pouco depois, a votação foi paralisada, o que revoltou Leven Siano, que estava na frente segundo as bocas de urna. Na oportunidade, ele chegou a dizer que abandonaria a corrida presidencial caso fosse marcada uma nova data.

Depois de alguma discussão, a mesa diretora decidiu pela retomada da votação, permitindo que os sócios depositassem as cédulas até às 22h, como marcado anteriormente.

Contrária à decisão, a "Sempre Vasco" anunciou que não faria mais parte da eleição e, inclusive, retirou as cédulas. Minutos depois, alegando que o pleito havia sido desmobilizado e, inclusive, havia sócio entrando sem o adesivo obrigatório, "Mais Vasco" e "No Rumo Certo" também abandonaram.

Diante da briga judicial, as urnas serão lacradas e não vai haver contagem de votos até nova decisão.

Vasco