PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Sem Copete e Thaciano, Cruzeiro segue no mercado em busca de reforços

Copete, do Santos, interessava ao Cruzeiro, que mudou foco para Thaciano, do Grêmio - Ivan Storti/Santos e Lucas Uebel/Grêmio
Copete, do Santos, interessava ao Cruzeiro, que mudou foco para Thaciano, do Grêmio Imagem: Ivan Storti/Santos e Lucas Uebel/Grêmio

Guilherme Piu, Jeremias Wernek e Eder Traskini

Do UOL, em Belo Horizonte, Porto Alegre e Santos

06/11/2020 04h00

A chegada do técnico Luiz Felipe Scolari ao Cruzeiro teve a condicionante de a diretoria reforçar o elenco da Raposa para a disputa do restante da Série B do Campeonato Brasileiro. O primeiro reforço da segunda era Felipão na Toca II já chegou: o atacante Willian Pottker. O comandante gaúcho, no entanto, ainda espera mais peças para incrementar o grupo. Enquanto novos jogadores não chegam, a equipe celeste enfrenta hoje (6), às 19h15, o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Como o UOL Esporte noticiou, o treinador cruzeirense desejava pelo menos um volante de marcação e um atacante. Mas, agora, um jogador que possa atuar pela meia-ofensiva também está nos planos. Dois nomes surgiram na lista de Felipão, que vai precisar aguardar mais tempo para receber peças novas no elenco.

É que duas das possibilidades que chegaram a ser desejadas pela Raposa não deram certo: Copete, do Santos, e Thaciano, do Grêmio.

Para ocupar essa vaga na maia-ofensiva o Cruzeiro chegou a pensar em Thaciano. O jogador poderia ser envolvido na venda dos direitos econômicos do lateral direito Orejuela ao Tricolor gaúcho, mas sua saída foi negada pelo técnico Renato Gaúcho após a classificação gremista na Copa do Brasil, ontem.

Copete no Cruzeiro?

A diretoria do Peixe deu sinais ao Cruzeiro há alguns dias de que poderia liberar o jogador, impedido de ser registrado no sistema da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por dívida do Peixe com o Huachipato (CHI) e com o Atlético Nacional (COL).

Mas, de acordo com informações passadas ao UOL, o Santos mudou de ideia e tenta de todas as formas viabilizar a inscrição de Copete, que estava emprestado fora do Brasil. O colombiano vem agradando ao técnico Cuca nos treinamentos e o comandante vê o jogador como um possível reforço caseiro diante de um elenco curto no Peixe.

No entanto, inscrever o atleta não é tarefa fácil para o Santos. O clube teve uma janela de apenas dois dias úteis para registrar jogadores após o Hamburgo (ALE) retirar o processo que bloqueava o Peixe na Fifa. Logo em seguida, as ações movidas por chilenos e colombianos voltaram a impedir o clube de se reforçar.

Copete já treina no CT Rei Pelé há meses, mas ainda não foi inscrito pois seu empréstimo terminaria apenas no fim deste ano. Como o Alvinegro praiano está bloqueado, não consegue romper o antigo contrato e registrar o retorno antecipado do colombiano. O clube tentou dar entrada nessa documentação durante a pequena janela que teve sem impedimentos na Fifa, mas por ser uma transferência envolvendo clube do exterior, não houve tempo hábil.

Thaciano por Orejuela

Em relação a Thaciano, o negócio que não andou foi uma possível composição com o Grêmio, que tem interesse em exercer o direito de compra por Orejuela — o lateral direito tem 50% dos seus direitos econômicos vinculados ao Cruzeiro.

O clube gaúcho tem a preferência para adquirir o ala colombiano, que foi emprestado pela Raposa até o fim da temporada 2020, com os direitos econômicos fixados em 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões). Como o valor é alto e diz respeito à metade dos direitos econômicos, o Grêmio entraria com parte do percentual de Thaciano ao clube mineiro, mais uma quantia em dinheiro. O que foi impossibilitado após negativa do treinador gremista.

Copete x Thaciano

Jonathan Copete é um atacante, mas que já fez papel de meia-atacante atuando pelo corredor esquerdo. Já Thaciano é um meia que, com o técnico gremista Renato Gaúcho, costuma atuar em várias posições: como segundo volante, meia-atacante e até como ponta mais aberto, todas essas funções do lado direito. E foi justamente por essa polivalência que o treinador pediu a permanência do atleta em Porto Alegre.

Como a burocracia e a vontade do Santos impedem o Cruzeiro de avançar por Copete, o clube mineiro trabalha contra o relógio para encontrar os reforços pedidos por Felipão. A Raposa tem até o dia 20 de novembro para inscrever novos atletas. Essa é a data limite imposta pela CBF nos novos registros visando às Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro deste ano e o Brasileirão Feminino das categorias A-1 e A-2.

Fora a dificuldade em encontrar as peças desejadas por Scolari e o prazo para inscrição, o Cruzeiro ainda tem a limitação de registros. O clube pode alterar apenas cinco nomes da lista de inscritos nesta temporada, tanto que um dos jogadores que havia sido contratado a pedido de Ney Franco, que já foi até demitido, sequer será registrado. Trata-se de Matheus Índio, que tem contrato com o clube, mas que pode ficar fora da relação dos atletas disponíveis para Felipão.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP x CRUZEIRO

Motivo: 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data e horário: 06/11/2020 (sexta-feira), às 19h15 (de Brasília)
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Lorival Cândido das Flores e Luis Carlos de França Costa (ambos do RN)

BOTAFOGO-SP: Darley; Valdemir, Robson, Jordan e Guilherme Martinelli (Gilson); Elicarlos, Ferreira (Bolt), Bady; Judivan, Rafinha (Luketa) e Ronald. Técnico: Claudinei Oliveira

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Manoel, Cacá e Patrick Brey; Jadsom Silva, Ramon, Welinton (Marquinhos Gabriel) e Giovanni (Claudinho); Airton e Marcelo Moreno. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Cruzeiro