PUBLICIDADE
Topo

Copa do Brasil - 2020

Palmeiras vence Red Bull na estreia de Abel Ferreira e avança às quartas

Gabriel Veron abriu o placar para o Palmeiras contra o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque - Marcello Zambrana/AGIF
Gabriel Veron abriu o placar para o Palmeiras contra o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

05/11/2020 20h51

O Palmeiras classificou-se às quartas de final da Copa do Brasil ao vencer mais uma vez o Red Bull Bragantino, hoje (5), por 1 a 0, no Allianz Parque. Gabriel Veron foi o autor do gol na estreia do técnico português Abel Ferreira.

Depois de ganhar por 3 a 1 na partida de ida, em Bragança Paulista (SP), o Verdão controlou o jogo de volta e chegou à quinta vitória consecutiva na temporada. As quatro primeiras foram sob o comando do interino Andrey Lopes.

O Palmeiras vai saber amanhã (6) qual o seu adversário nas quartas da Copa do Brasil. A definição acontecerá por sorteio na sede da CBF, às 11h30. As duas equipes voltam a campo no fim de semana, pelo Brasileiro: o Verdão visita o Vasco, domingo (8), às 16h, enquanto o Red Bull recebe o Santos um pouco mais tarde, às 18h15.

O MELHOR: VIÑA É "TOP"

Em sua entrevista de apresentação, Abel Ferreira disse que o lateral-esquerdo do Verdão é "top". Pois na estreia do comandante o uruguaio manteve a boa fase. Foi dele a assistência para o gol. São sete passes decisivos na temporada para o camisa 17, agora o maior garçom do Palmeiras em 2020. Wesley e Gabriel Menino, ambos com seis cada, vêm logo atrás.

O PIOR: LUAN CÂNDIDO EXPULSO EM 5 MINUTOS

Cria das categorias de base do Palmeiras, Luan Cândido sepultou as chances do Bragantino com apenas cinco minutos em campo. O lateral esquerdo substituiu Edimar aos 14 minutos do segundo tempo, aos 16 recebeu o primeiro cartão amarelo e aos 19 levou o segundo, ao cometer falta em Rony para matar um contra-ataque. O garoto de 19 anos de idade saiu bastante irritado, chutando tudo que via pela frente.

WESLEY SAI APÓS MACHUCAR O JOELHO

Um dos destaques do Palmeiras em 2020, Wesley precisou sair aos 18 minutos de jogo, depois de machucar o joelho esquerdo ao tentar evitar que a bola saísse pela linha de fundo. O garoto até tentou voltar, mas não resistiu às dores e gera preocupação. Ainda no banco, ele iniciou tratamento, com uma bolsa de gelo no local. Gabriel Veron entrou no seu lugar e acabou decidindo.

ATUAÇÃO DO PALMEIRAS

Com apenas dois treinos desde que chegou ao Brasil, Abel repetiu a escalação do interino Andrey Lopes e a postura do Verdão. Diante da boa vantagem no confronto, o Palmeiras jogou tendo menos a posse de bola, para acelerar em contra-ataques. Apesar de um pouco de dificuldades nos primeiros minutos, o plano funcionou e o gol saiu em uma transição ofensiva. Depois de fazer 4 a 1 no placar agregado, a situação ficou muito confortável na estreia do técnico português, que mais analisou do que deu ordens.

ATUAÇÃO DO BRAGANTINO

O Bragantino teve um início muito melhor do que no Nabi Abi Chedid, onde perdia por 3 a 0 com menos de 30 minutos de partida. Ainda que a marcação mais adiantada tenha dado trabalho ao Palmeiras nos primeiros minutos, a equipe de Bragança Paulista (SP) não conseguiu chegar com perigo à meta de Weverton. Depois, voltou a ser castigada ao perder a bola no campo de ataque. A estratégia não encaixou nos dois jogos.

CRONOLOGIA DO JOGO

O Palmeiras aproveitou-se bastante do placar obtido na ida e começou a partida principalmente evitando correr riscos. Quando conseguiu encaixar o melhor contra-ataque, foi decisivo, aos 29 minutos de partida, quando Veron completou o cruzamento de Viña e fez o seu quinto gol na temporada.

Se o Bragantino já tinha dificuldades para criar oportunidades quando precisava de "apenas" dois gols para ir aos pênaltis, a situação piorou ao sair perdendo no Allianz. Além disso, o cartão vermelho de Luan Cândido praticamente decretou o fim do jogo. Nos 25 minutos finais a intensidade da partida diminuiu, sem grandes chances para nenhum dos times.

PATRICK DE PAULA NÃO SAI DO BANCO

Abel manteve na hierarquia do elenco o volante Danilo à frente de Patrick de Paula. Com Andrey, o camisa 28 já vinha tendo mais chances do que o herói do título paulista, e o episódio se repetiu na estreia do português. Depois de colocar Veron, Ramires e Willian, o treinador chamou Danilo e Scarpa para fechar a lista de cinco trocas. O camisa 5, assim, apenas assistiu ao triunfo do banco de reservas.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 0 RED BULL BRAGANTINO

Local: Allianz Parque
Data: 5 de novembro de 2020, quinta-feira
Horário: 19h
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP)
VAR: Márcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos: Luan Cândido (RBB)

GOLS: Gabriel Veron, aos 29 minutos do primeiro tempo (1-0)

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña (Gustavo Scarpa); Felipe Melo (Danilo), Zé Rafael e Raphael Veiga (Ramires); Wesley (Gabriel Veron), Rony e Luiz Adriano (Willian). Técnico: Abel Ferreira

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar (Luan Cândido); Ryller, Evangelista e Claudinho; Artur (Thonny Anderson), Morato (Cuello) e Jan Hurtado (Ligger). Técnico: Maurício Barbieri