PUBLICIDADE
Topo

Copa do Brasil - 2020

Fla volta a sofrer na defesa, mas vence Athletico e avança na Copa do BR

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/11/2020 23h24

Classificação e Jogos

Com a vantagem construída após a vitória por 1 a 0 no jogo de ida, o Flamengo não se encolheu, venceu hoje (4) o Athletico por 3 a 2 e se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil. Pedro (2) e Michael marcaram para o Fla; Erick e Bissoli descontaram no Maracanã.

Apesar da situação confortável, o Fla empurrou o adversário para o seu campo de defesa e buscou seu jogo durante os 90 minutos. Os visitantes adotaram postura mais cautelosa e procuraram sair com mais segurança. A equipe até criou perigo, assustou, porém os donos da casa tiveram mais volume e construíram a vitória na base da imposição técnica, ainda que a defesa tenha voltado a assustar.

Passado o duelo, as equipes voltam suas atenções para o Brasileiro. No domingo (8), o Fla visita o Atlético-MG, às 18h15, no Mineirão. Na zona da degola, o Furacão joga no sábado (7) diante do Fortaleza, às 18h, na Arena da Baixada.

Flamengo se impõe para vencer

Com grande parte de seus principais jogadores à disposição em campo, o Flamengo precisou de um bom primeiro tempo para resolver a parada e se classificar às quartas de final. A defesa voltou a dar seus sustos, especialmente na saída de bola, mas o Fla conseguiu segurar o resultado para garantir a vaga. Embora tenha construído a vantagem em Curitiba, o time não esmoreceu e quis a vitória o tempo todo. Alguns cochilos foram decisivos para o time deixar o campo com dois gols sofridos, mas o triunfo não esteve sob risco em momento algum.

Athletico se fecha e sobe no 2° tempo

Em situação delicada no Brasileirão, o Athletico poupou forças para a principal competição nacional e mandou a campo uma equipe mais experimentada. Ante o bom toque de bola do rival, o time se fechou e teve dificuldade para retomar a posse e fazer seu jogo. Apesar das dificuldades, não faltou espírito de competição para a equipe dirigida por Paulo Autuori, que subiu de produção na etapa final e deu sustos nos atuais campeões brasileiros.

Pedro volta a brilhar

Já virou rotina no Flamengo. Sem Gabigol, o atacante Pedro assumiu o posto de jogador decisivo e desandou a fazer gols. Contra o Athletico, o camisa 21 deixou sua marca duas vezes e incomodou demais a zaga. Não fossem duas grandes defesas de Santos, a artilharia teria aumentado. O jogador já deixou sua marca 20 vezes desde que foi contratado pelos rubro-negros, que sonham com a compra em definitivo.

Bruno Henrique abaixo

O atacante Bruno Henrique não esteve em uma grande noite no Maracanã. O jogador se mexeu muito, deu alternativas, mas fez escolhas erradas e não conseguiu levar vantagem no mano a mano. Sem a característica velocidade, o rubro-negro não conseguiu impor seu jogo e ficou um pouco quém no jogo.

Matheuzinho substitui Isla e vai bem
Matheuzinho - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

De contrato renovado, o jovem Matheuzinho fez um jogo bom no Maracanã. Assim como tem sido com Isla, que ficou à disposição no banco, o lateral-direito fez uma boa dobradinha com Everton Ribeiro e participou diretamente dos dois gols de Pedro. Defensivamente, o rubro-negro foi bem no combate direto e levou a melhor com Carlos Eduardo pelo seu lado.

Cronologia

Aos 23 minutos do primeiro tempo, Pedro recebeu de Matheuzinho e colocou no ângulo de Santos para abrir o placar. Aos 26, o árbitro Rodrigo Dalonso marcou pênalto para o Athletico, mas anulou a marcação após consulta ao VAR. Aos 33, Pedro completou cruzamento de Matheuzinho e ampliou. Aos 40, Erick acertou a gaveta de Hugo e diminuiu. Aos 31 da etapa final, Thiago Maia, com chute também no ângulo, marcou e viu seu gol ser anulado após intervenção do árbitro de vídeo. Aos 38, Santos deu rebote em chute de Bruno Henrique. Na sobra, Michael só completou. Aos 42, Bissoli diminuiu.

Fla devolve queda

Com a vitória, o Flamengo devolve para os paranaenses a queda nas quartas da Copa do Brasil de 2019. Na época, a equipe de Tiago Nunes venceu o Fla nos pênaltis e seguiu para o título.

Baixa antes de a bola rolar

O atacante Walter, que perdeu um pênalti no jogo de ida, estava escalado para iniciar o jogo, mas sentiu dores nas costas ainda no aquecimento e foi substituído por Fabinho. O jogador ainda busca a sua melhor forma física nesta sua passagem pelo Furacão.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO x ATHLETICO
Motivo: Copa do Brasil - jogo de volta pelas oitavas de final
Data e horário: 4/11/2020 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Auxiliares: Alex dos Santos (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Gols: Pedro, aos 23 minutos do primeiro tempo; Pedro, aos 33 minutos do primeiro tempo; Erick, aos 40 minutos do primeiro tempo; Michael, aos 38 minutos do segundo tempo; Bissoli, aos 42 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Léo Pereira, Thiago Maia (FLA), Abner , Ravanelli, Paulo Autuori (ATL)
Cartões vermelhos: -

FLAMENGO: Hugo Souza; Matheuzinho (Isla), Léo Pereira, Thuler e Filipe Luís (Ramon); Thiago Maia, Willian Arão e Gerson; Everton Ribeiro (Michael), Bruno Henrique (Renê) e Pedro (Lincoln). Técnico: Domènec Torrent

ATHLETICO: Santos; Khellven (Richard), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington (Alvarado), Erick, Lucho (Ravanelli), Carlos Eduardo (Christian) e Reinaldo; Fabinho (Bissoli). Técnico: Paulo Autuori