PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Ida de Maurício ao Inter abate dívida do Cruzeiro com empresário André Cury

Maurício, que agora é jogador do Internacional, fez 41 jogos pelo Cruzeiro e anotou seis gols - Divulgação/Mineirão
Maurício, que agora é jogador do Internacional, fez 41 jogos pelo Cruzeiro e anotou seis gols Imagem: Divulgação/Mineirão

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

02/11/2020 04h00

A negociação que levou o jovem meia Maurício ao Internacional e trouxe o atacante Willian Pottker ao Cruzeiro movimentou diversas situações nos bastidores dos dois clubes. Muitos chegaram a pensar que a transação aconteceu simplesmente com um jogador indo para cada lado, mas a transferência teve detalhes além de uma simples troca.

Segundo pessoas ligadas ao staff do jogador, o Cruzeiro, além de receber um atacante pedido por Luiz Felipe Scolari, conseguiu abater parte considerável de uma dívida que tinha com um dos empresários ligados ao meia Maurício.

O UOL Esporte apurou que a Raposa abateu aproximadamente R$ 3,3 milhões de uma dívida de R$ 5,3 milhões com André Cury, um dos agentes mais influentes no mundo do futebol. O débito total do Cruzeiro com o agente era de 800 mil euros, mas 62% da pendência total foram pagos, o que ajudou a viabilizar a transferência de Maurício para o Internacional.

Além desse abatimento o time mineiro, que está em situação financeira complicada, economizará também quase R$ 2 milhões em salários e encargos com Willian Pottker até o ano que vem.

O jogador não deixará de receber esse montante, mas quem vai tirar os valores dos cofres é o Inter, o responsável por bancar os pagamentos salariais do atacante até maio de 2021, período em que o contrato de Pottker venceria com a equipe gaúcha.

Fora esses detalhes, o Cruzeiro, de acordo com outras informações passadas ao UOL, terá também uma economia de aproximadamente R$ 1 milhão com salários e encargos de Maurício que teriam que ser pagos até o final da temporada. Mais uma responsabilidade a ser assumida pelo Colorado.

Com a ida de Maurício para o Internacional a divisão dos direitos econômicos do jogador agora fica assim: 40% do Cruzeiro, 40% do Inter e 20% do Desportivo Brasil.

O Cruzeiro ainda passa a ser dono de 50% dos direitos econômicos de Willian Pottker.

Cruzeiro