PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Volpi pega 2 pênaltis, dá até assistência e São Paulo vence Fla por 4 a 1

Leo Burlá e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

01/11/2020 17h57

Classificação e Jogos

Em jogo cheio de alternâncias e com participação decisiva de Tiago Volpi, o São Paulo, de virada, venceu hoje (1) o Flamengo por 4 a 1 no Maracanã. O Fla abriu a contagem com Pedro, mas o Tricolor construiu sua vitória com gols de Tchê Tchê, Brenner, Reinaldo e Luciano.

O nome do jogo foi o camisa 1 são-paulino. Em tarde inspirada, Volpi pegou pênaltis cobrados por Bruno Henrique (com o jogo empatado) e Pedro, quando o placar apontava vitória por 3 a 1 dos visitantes. No lance que originou o último gol, o goleiro ainda deu assistência para Luciano marcar.

Com o resultado, o Rubro-negro perdeu a chance de assumir a liderança do Brasileiro. Os são-paulinos, por sua vez, seguem com chances de levantar o título simbólico de campeões do 1º turno do Brasileiro.

Após o duelo, as equipes voltam suas atenções para outras competições. O Flamengo recebe na quarta (4) o Athletico, às 21h30, pela Copa do Brasil. No primeiro jogo, vitória rubro-negra por 1 a 0. No mesmo dia, às 19h15, o Tricolor recebe o Lanús, pela Sul-Americana. Os paulistas foram derrotados por 3 a 2 na ida.

Quem foi bem: Tiago Volpi brilha e garante triunfo
Volpi - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Tiago Volpi foi o nome da partida. O goleiro do São Paulo defendeu dois pênaltis na vitória sobre o Flamengo em pleno Maracanã. Ele pegou uma cobrança de Bruno Henrique no primeiro tempo da partida e, na etapa complementar, defendeu uma cobrança de Pedro. No gol de Luciano, ele deu o passe para o atacante marcar. O goleiro foi, indiscutivelmente, o nome do jogo válido pela 19ª rodada do Brasileirão.

Quem foi mal: Gustavo Henrique tem falhas cruciais

Contestado por parte da torcida, o zagueiro Gustavo Henrique deu margem para as cornetas. Quando a partida estava empatada em 1 a 1, o rubro-negro cortou mal cruzamento de Reinaldo e deixou a bola limpa para Brenner chutar e decretar a virada. No lance que resultou no empate, Natan rebateu para o meio da área e Tchê Tchê ficou livre para o arremate. Para completar a tarde do camisa 2, ele fez o pênalti que resultou no 3 a 1.

Flamengo perde pênaltis e tem tarde abaixo da média

O Flamengo parece ter sentido o peso das ausências no meio de campo e foi um time que concedeu mais espaços que o habitual ao adversário. A equipe perdeu a batalha na região central e teve muitas dificuldades para sair jogando. O encaixe na marcação não funcionou e o Fla viu o rival ter liberdade para construir suas jogadas e se impor durante os 90 minutos. Para piorar, Bruno Henrique e Vitinho tiveram atuações para lá de apagadas e o Rubro-negro não deu pinta de que conseguiria reagir, embora dois pênaltis tenham sido desperdiçados.

São Paulo mantém jogo e cria com trio de Cotia em contra-ataques

O São Paulo manteve o padrão de jogo, mesmo enfrentando uma das melhores equipes do Campeonato Brasileiro 2020. A equipe comandada por Fernando Diniz tentou controlar a posse de bola para levar perigo ao gol defendido por Hugo Souza. Porém, encontrou dificuldades em alguns momentos do jogo e precisou apostar em contra-ataques liderados por Brenner, Gabriel Sara e Igor Gomes. A velocidade do trio foi o suficiente para criar oportunidades. Os três jogadores e Reinaldo tiveram chances de marcar.

Dani Alves fica preso na saída de bola, faz pênalti e pouco ajuda no ataque

Escalado para fazer a saída de bola do São Paulo, Daniel Alves tem aparecido pouco no ataque do time comandado por Fernando Diniz. Na tarde de hoje (1), mesmo com a vitória, não foi diferente. O camisa 10 jogou muito recuado, próximo à defesa da equipe, e pouco acrescentou no setor ofensivo. Pelo contrário. As suas ações foram vistas com mais frequência na defesa. Ele, inclusive, cometeu pênalti em Gerson no segundo tempo da partida.

Cronologia

Aos cinco minutos de jogo, Pedro bateu no canto de Volpi e abriu o placar. Aos 16, Tchê Tchê aproveitou rebatida e bateu no ângulo de Hugo. Aos 25, Diego Costa derrubou Everton Ribeiro na área. O lance foi para revisão no VAR e o árbitro Caio Max Augusto Vieira marcou a penalidade. Aos 29, Bruno Henrique bateu e Tiago Volpi defendeu. Aos 45, Brenner aproveitou falha de Gustavo Henrique e virou. Aos 10, Gustavo Henrique acertou Bruno Alves e, depois de nova intervenção do VAR, a penalidade foi marcada. Aos 13, Reinaldo cobrou e ampliou. Aos 16 da etapa final, Gerson foi derrubado por Daniel Alves e novo pênalti foi marcado. Pedro bateu e Tiago Volpi fez nova defesa. Aos 36, Luciano recebeu de Volpi e completou a goleada.

Confraternização

Antes de a bola rolar, Daniel Alves e Domènec Torrent deram um longo abraço e conversaram à beira do gramado do Maracanã. O jogador conheceu Dome quando o rubro-negro era auxiliar de Pep Guardiola no Barcelona. Os dois conquistaram títulos como a Liga dos Campeões, o Mundial de Clubes e o Campeonato Espanhol no clube catalão.

Diretoria do São Paulo se irrita com o árbitro contra o Flamengo
Diretoria do São Paulo queixa-se de arbitragem no intervalo do jogo contra o Flamengo - Rodrigo Mattos/UOL Esporte - Rodrigo Mattos/UOL Esporte
Diretoria do São Paulo queixa-se de arbitragem no intervalo do jogo contra o Flamengo
Imagem: Rodrigo Mattos/UOL Esporte

A diretoria do São Paulo se irritou com a atuação de Caio Max Augusto Vieira durante o primeiro tempo. Raí e demais membros do departamento de futebol fizeram pressão no árbitro ao fim da partida para reclamar da ausência de um cartão em Isla nos minutos finais da etapa inicial. O chileno havia recebido cartão no início do jogo por infração em Luciano. Porém, na sequência, cometeu nova infração, mas a arbitragem preferiu não puni-lo, o que incomodou a diretoria são-paulina.

Nova parceira
Flamengo - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

O Flamengo estampou a marca da Union Life em seu calção pela primeira vez. O acordo renderá algo em torno de R$ 3,6 milhões para o clube, que terá participação por produtos vendidos.

Homenagem

O Flamengo não deixou passar a oportunidade e homenageou o ator Sean Connery, morto no sábado. O capitão Everton Ribeiro atuou com o número "007" às costas, uma alusão a um dos personagens mais famosos interpretados pelo escocês.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO x SÃO PAULO
Data e horário: 1/11/2020 (domingo), às 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Gols: Pedro, aos 5 minutos do primeiro tempo; Tchê Tchê, aos 16 minutos do primeiro tempo; Brenner, aos 45 minutos do primeiro tempo; Reinaldo, aos 13 do segundo tempo. Luciano, aos 36 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Isla, João Gomes, Gerson, Gustavo Henrique (FLA); Diego Costa, Volpi, Daniel Alves (SAO)
Cartões vermelhos: -

FLAMENGO
Hugo Souza; Isla, Gustavo Henrique, Natan (Léo Pereira) e Filipe Luís; João Gomes, Gerson e Everton Ribeiro (Lincoln); Vitinho (Michael), Bruno Henrique e Pedro. Técnico: Domènec Torrent.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Tchê Tchê, Bruno Alves, Diego Costa e Reinaldo (Léo); Luan, Daniel Alves, Igor Gomes (Vitor Bueno) e Gabriel Sara; Luciano e Brenner (Pablo). Técnico: Fernando Diniz.