PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Victor Luís justifica pênalti perdido do Bota: "Honda pediu para eu bater"

Do UOL, no Rio de Janeiro

31/10/2020 19h15

Classificação e Jogos

O lateral-esquerdo Victor Luís teve nos pés a bola que poderia dar a vantagem de 3 a 1 ao Botafogo sobre o Ceará. Com a vitória parcial por 2 a 1, o jogador cobrou um pênalti marcado após intervenção do VAR, mas isolou a bola e o jogo terminou empatado em 2 a 2.

Abatido após a partida, o camisa 6 disse que bateu a pedido de Honda. Curiosamente, o japonês abriu o placar após converter uma penalidade, mas passou a responsabilidade para o colega, que pegou a bola e encarou o desafio.

"Dei a bola para ele bater, mas ele pediu para eu bater. Temos de ser homem para reconhecer nossos erros, o time se desdobrou e se entregou demais. Tive a vitória nos meus pés, assumo esse empate. Estou correndo o máximo que posso, mas é mais digno assumir para mim esse empate. Temos de aparecer nos momentos bons e ruins, nada mais digno do que assumir esse empate", disse ele ao "Premiere".

O jogador falou também sobre o ambiente no clube, que vive dias confusos após a derrota para o Cuiabá e as divergências políticas. Hoje, um grupo de torcedores invadiu a sede de General Severiano, o que aumentou a tensão:

"Se falarmos que isso não respinga aqui, estaremos mentindo. Essa guerra extracampo é até difícil de falar. Todos têm de pensar em um só o Botafogo e deixar a vaidade de lado".

Final do Bota:

Botafogo