PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians vence Inter com gol de Matheus Davó, e Fla pode virar líder

Do UOL, em Porto Alegre e São Paulo

31/10/2020 20h59

Classificação e Jogos

O Corinthians venceu o Internacional por 1 a 0 na noite de hoje (31) e pode ajudar o Flamengo a assumir a liderança do Brasileirão 2020. Matheus Davó, algoz do time gaúcho desde os tempos de base no Guarani-SP, foi quem marcou o único gol da partida válida pela 19ª rodada, na Neo Química Arena.

Com o resultado, o Colorado segue na primeira colocação, com 35 pontos. O time de Eduardo Coudet, no entanto, pode ser ultrapasado pelo Flamengo amanhã (1). Os cariocas enfrentarão o São Paulo no Maracanã. O Timão chega à nona posição, com 24 pontos.

Quem foi bem: Juan Cazares

Mais uma vez escalado como articulador da equipe, Cazares voltou a aparecer bem em campo. O meio-campista fez uma bela jogada no lance do gol do Corinthians no primeiro tempo da partida. Ele deu um belo chapéu em Victor Cuesta e cruzou rasteiro para Matheus Davó deixar a sua marca na Neo Química Arena. Cansado no segundo tempo, deixou o gramado para a entrada de Luan.

Quem foi mal: Heitor e Cuesta

Heitor foi bem em jogos recentes, inclusive no apoio. Com vigor, intensidade. Diante de Fábio Santos, foi nulo no ataque e sofreu bastante para proteger a defesa. Oscilou para baixo em Itaquera

Cuesta tentou cortar de cabeça a bola que terminou com Cazares e foi para rede. Escolha errada deu enorme brecha para o Corinthians vencer. Uma falha, mas decisiva.

Matheus Davó volta a ser algoz do Inter

Carrasco do Internacional na 3ª fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019, quando defendia o Guarani-SP, Matheus Davó voltou a decidir contra o clube gaúcho. Agora jogador profissional do Corinthians, aproveitou um cruzamento de Juan Cazares no primeiro tempo do duelo para estufar a rede de Marcelo Lomba. Ele fez apenas o seu terceiro jogo pelo Corinthians na temporada. Depois de ficar sem atuar por três meses — sua última aparição tinha sido em 26 de julho passado —, o garoto de 21 anos entrou em campo como uma aposta de Vagner Mancini na noite de hoje.

Atuação do Corinthians

Vagner Mancini adotou uma postura inteligente para enfrentar o Internacional, líder do Campeonato Brasileiro, na noite de hoje. Mesmo jogando em casa, o técnico deixou o time fechado no campo de defesa e saindo em contra-ataques, sem dar espaço para Thiago Galhardo e Abel Hernández nos lances de contra-ataque. O trio de volantes formado por Xavier, Éderson e Ramiro impediu que os homens de meio-campo do Colorado tivessem liberdade na criação de jogadas. Ramiro, terceiro homem do setor, teve permissão para se aproximar dos homens de frente — Cazares, Otero e Matheus Davó — nas jogadas de contra-ataque.

Atuação do Internacional

A chance de gol aos 18 segundos, com Edenilson livre dentro da área, deu uma impressão falsa. O Inter não fez um jogo de dominação e nem perto de atuações recentes. O chute para fora do camisa 8 foi a única grande chance no duelo. A explicação: o plano A, de sair jogando, não deu certo pela postura do Corinthians. Sem criatividade para atacar por baixo, Coudet tentou outro caminho. A bola longa rendeu menos ainda. Por fim, D'Alessandro, Nonato e Jhonny entraram para encorpar o meio-campo. Ainda assim, nada deu certo.

Cronologia do jogo

O único gol da partida foi marcado aos 35 minutos do primeiro tempo. Na ocasião, Juan Cazares recebeu na ponta direita, deu belo chapéu em Victor Cuesta e avançou. Ele cruzou rasteiro para Matheus Davó balançar a rede de Marcelo Lomba em finalização de primeira.

Ficha técnica
Corinthians 1 x 0 Inter

Motivo: 19ª rodada do Brasileirão 2020
Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 31 de outubro de 2020 (sábado)
Hora: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Sidmar dos Santos Meures (PR)
VAR: Wagner Reway (PB)

Cartão amarelo: Ramiro, Gil, Rómulo Otero, Cazares (Corinthians); Victor Cuesta, Edenílson, Leandro Fernández (Internacional)
Cartão vermelho: Thiago Galhardo (Internacional)

Gol(s): Matheus Davó, aos 35 minutos do 1º tempo (1-0)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos; Xavier, Ramiro (Gabriel), Éderson (Camacho) e Cazares (Luan); Rómulo Otero e Matheus Davó (Léo Natel). Técnico: Vagner Mancini.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor (Nonato), Zé Gabriel (Yuri Alberto), Victor Cuesta e Uendel (Johnny); Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick, Marcos Guilherme (D'Alessandro) e Thiago Galhardo; Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet.

Futebol