PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

'Tem tudo para dar certo', diz Hofman sobre Abel Ferreira no Palmeiras

Comentarista da ESPN chamou treinador de "inovador" - Reprodução/ESPN Brasil
Comentarista da ESPN chamou treinador de "inovador" Imagem: Reprodução/ESPN Brasil

Do UOL, em São Paulo

30/10/2020 20h33

Abel Ferreira, que estava no PAOK, da Grécia, é o novo treinador do Palmeiras. Na avaliação do comentarista Gustavo Hofman, da ESPN Brasil, o clube "acerta demais" com a escolha do português após a saída de Vanderlei Luxemburgo.

"Com um bom ambiente e uma boa sequência, tem tudo para dar certo", avaliou, no SportsCenter. "Ele vai trazer uma bagagem curta, mas é um técnico inovador, que vinha crescendo e está conquistando espaço, e surpreendeu em Portugal por vir ao Brasil".

Para isso, porém, o comentarista afirma que Ferreira precisa de tempo para desenvolver sua filosofia de jogo, baseada em grande parte na variação tática de acordo como adversário. "O Abel precisa conhecer o elenco. Com certeza ele não sabe o que está acontecendo no Campeonato Brasileiro, vai precisar de um tempo e com certeza o Palmeiras vai muni-lo com as informações, a comissão deve estar atrás da informação. Hoje em dia não é preciso estar no país para ter acesso a tudo sobre os jogos".

Depois de Jorge Jesus, Sampaoli e Coudet, Ferreira é mais técnico estrangeiro no futebol brasileiro, o que para o comentarista, é positivo. "Ele tem novas ideias, vai trazer uma metodologia diferente. O intercâmbio com técnicos estrangeiros faz um bem enorme, assim como faz bem na Premier League, na Bundesliga. Só faz bem. Fronteiras existem para serem derrubadas. Tomara que haja um bom ambiente de trabalho".

O português de 41 anos de idade assinará um vínculo até o fim de 2022 com o Verdão. O Palmeiras negociou com o PAOK e não vai pagar o valor completo da multa da rescisória - depositará cerca de 600 mil euros (R$ 4 milhões). Ele receberá salário de cerca de 120 mil euros (R$ 800 mil) e deve trazer quarto membros de sua comissão técnica: os auxiliares Carlos Martinho e Vitor Castanheira, o preparador físico João Martins e o analista Tiago Costa

UOL Esporte vê TV