PUBLICIDADE
Topo

Vasco

"Se quiser ser campeão, será sofrido", diz Castan após vitória do Vasco

Vasco venceu o Caracas (VEN) por 1 a 0 no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana - ALEXANDRE LOUREIRO/CONMEBOL
Vasco venceu o Caracas (VEN) por 1 a 0 no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana Imagem: ALEXANDRE LOUREIRO/CONMEBOL

Do UOL, no Rio de Janeiro

29/10/2020 00h37

Classificação e Jogos

Capitão da equipe, o zagueiro Leandro Castan se mostrou aliviado com a vitória do Vasco por 1 a 0 sobre o Caracas (VEN), nesta quarta-feira (28), em São Januário, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O resultado pôs fim a um incômodo jejum que já durava nove partidas sem vitória do Cruz-maltino.

Campeão da Copa Libertadores de 2012 pelo Corinthians, Castan ressaltou as dificuldades em disputar competições continentais e adotou cautela para a partida de volta.

"Competição internacional é difícil de se classificar sem sustos. Serão sempre jogos difíceis. Tive a oportunidade de vencer a Libertadores e, se quiser ser campeão, vai ser sempre sofrido e no detalhe. Conseguimos abrir uma vantagem, sabemos que é mínima, mas é uma vantagem. Lá vai ser difícil, no país deles, vai ser uma correria", declarou em entrevista coletiva virtual na Conmebol TV.

Segundo Castan, o novo treinador, Ricardo Sá Pinto, tem passado confiança ao elenco e transmitido como quer que a equipe atue:

"Acredito que o professor tem passado confiança pra gente. Ele tem pedido um time compacto, agressivo, e acredito que nesses últimos jogos, contra o Corinthians e, principalmente hoje, mostramos isso. Um time compacto, brigando pela segunda bola, mas é só um início de trabalho, temos muito a melhorar".

O jogo de volta contra o Caracas acontecerá na Venezuela no dia 4 de novembro e o Vasco joga com a vantagem do empate.

Vasco